Como você tem pregado o Evangelho?

Evangelho
“Ao mesmo tempo, orem também por nós, para que Deus abra uma porta para a nossa mensagem, a fim de que possamos proclamar o mistério de Cristo, pelo qual estou preso. Orem para que eu possa manifestá-lo abertamente, como me cumpre fazê-lo. Sejam sábios no procedimento para com os de fora; aproveitem ao máximo todas as oportunidades. O seu falar seja sempre agradável e temperado com sal, para que saibam como responder a cada um” (Colossenses 4.3-6).
Muitas vezes os crentes têm sido tachados de chatos, mas será que realmente somos chatos? O Senhor nos chama a fazer discípulos por onde formos (Mt 28.18); porém, não temos tido sabedoria em pregarmos o Evangelho. Daí o motivo de sermos tachados de chatos, pois muitas vezes somos inconvenientes.

Não é pelo fato de nos vermos com o dever de pregarmos o Evangelho que devemos pregá-lo de qualquer forma. No texto acima, Paulo nos ensina a aproveitarmos as oportunidades e pregarmos a Palavra de Deus. O sábio diz que há tempo de falar, mas há tempo de calar (Ec 3.7). Isso quer dizer que devemos falar no momento adequado e de forma sábia.
Outro motivo de sermos tachados como chatos é a forma como abordamos as pessoas. Muitas vezes, tomados de autoridade, chegamos até elas e falamos que se não converterem irão para o inferno. Isso é uma verdade, mas existem formas de falar essa verdade. Se observarmos atentamente as Escrituras, perceberemos que o próprio apóstolo Paulo usa, em suas cartas, uma forma cuidadosa para abordar o erro dos irmãos da fé. Em 1 Coríntios ele começa a carta dando graças a Deus porque pessoas daquela região foram alcançadas pelo Evangelho, porque em tudo elas receberam conhecimento, porque não lhes faltava dons espirituais (1 Co 1.4-7). Porém, ele não deixou de exortá-las, confrontá-las, pediu para que parassem de pecar e disse que escreveu isso para vergonha delas (1 Co 15.34).
Nesta semana quero desafiá-lo a pregar exortando os que não são da fé com amor (Fm 1.9), mansidão, paciência (2 Tm 2.24-25), e sabedoria (Cl 3.16). Talvez você se surpreenda ao ouvir daquele a quem está pregando que ninguém jamais falou de Cristo e do Evangelho com tanto amor, mansidão, paciência, sabedoria e empatia. Seja um instrumento nas mãos do Senhor para ganhar vidas com um falar agradável e temperado. Está na hora de mudar a tática (Rm 12.2).
Que o Senhor abençoe sua semana evangelística!

Por Ricardo Sena Imbriani
Fonte: Lagoinha.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FRASES DO TWITTER DO APÓSTOLO RENÊ TERRA NOVA

AMIZADE VERDADEIRA - I SAMUEL 18:1-5