Coloque em ordem a sua vida familiar

img-ed2
Há milênios, o Diabo tem semeado a discórdia entre as famílias e os seus membros, fazendo com que muitas se tornem verdadeiros campos de batalha. E isso ocorre desde os tempos bíblicos. Para ilustrar esta realidade, basta trazermos à memória o contexto familiar vivenciado na casa dos patriarcas bíblicos Isaque e Jacó, no Pentateuco. É por essa razão que é tão importante investir tempo e empenhar esforços para colocar a nossa vida familiar em dia e assim permanecermos enquanto aqui estivermos. Infelizmente, vivemos em um tempo de muitos desafios e de inúmeras tentativas de destruição da principal célula da sociedade: a família. Colocar em ordem a vida familiar exige, pois, muita disciplina e compreensão, nesse sentido, devemos nos atentar ao conselho do sábio Salomão: “O que ama a disciplina, ama o conhecimento, mas o que odeia a repreensão é estúpido” (Provérbios 12.1).
Respeite a maneira de ser de cada um. Cada pessoa da casa é um ser individual, com gostos, sonhos e objetivos diferentes.

Respeite as ideias uns dos outros. Jamais creia que você é o dono da verdade. Aprenda a ouvir, desde o vovô, até o mais novo da casa, arrazoando as ideias e buscando um consenso. Não exija que os outros sigam ou concordem com os seus princípios. Cada pessoa tem sua razão e senso de valores. Quem somos nós para julgarmos alguém ou suas ideias? Ame as pessoas sem distinção de ideias.

Respeite a limitação de cada um. Não podemos exigir de uma pessoa mais do que ela pode ser ou oferecer. Toda pessoa tem o seu limite, e isso, por duas razões claras: idade e conhecimento. Os filhos não têm o conhecimento, a experiência e a sabedoria que os pais têm, mas um dia eles terão.

Seja educado e polido ao falar com todos de casa. Isso evitará muitos problemas de comunicação. Não podemos tratar melhor as pessoas de fora do que as de casa.
Utilize, em abundância, as palavras e expressões que mais resolvem problemas e evitam discussões: “Eu estava errado”, “me perdoe”, “por favor” e “obrigado”.

Peça licença. Para entrar na conversa, sentar-se à mesa, mudar o canal da TV, entrar no quarto, passar no meio de uma conversa e em muitas outras situações, peça licença.
Não use palavrões. Além de não condizer com a postura cristã, eles são o estopim de discussões que podem levar às vias de fato.

Seja melhor em casa do que é no trabalho. As pessoas de maior valor em sua vida são as de dentro da sua casa. Os amigos da escola e do trabalho, em geral, passam por nossa vida e não permanecem. Os familiares são para toda a vida. Valorize-os.

Se existe um compromisso em que todos irão, não seja aquele que irá fazer com que todos se atrasem. É só fazer isso e boa parte das discussões serão evitadas.
Cumprimente a todos da casa quando acordar, sair e chegar. Diga “bom dia”, “boa tarde” e “boa noite”.

Sempre que for sair. Diga aonde vai e a que horas volta.

Adote uma nova postura dentro de casa. Muitos filhos adultos simplesmente não ajudam em nada em casa, os pais é que pagam e cuidam de tudo. Colocar a casa em ordem também significa que todos devem passar a participar das despesas e do cuidado da casa. Tudo isso influi no relacionamento familiar. Os pais devem cobrar gentilmente essa postura por parte dos filhos e os filhos devem entender que a obrigação de zelar pela casa é de todos e não somente de seus pais.

Saiba detectar com rapidez, aquilo ou aquele que está gerando um mal-estar permanente ou momentâneo em casa. Feito isso, será momento de boas conversas para os ajustes necessários.
Reate o relacionamento com familiares distantes. Primos e tios, sobretudo, após a morte dos nossos pais, se tornam pessoas distantes que, na maioria das vezes, jamais revemos. Lembre-se de que eles também fazem parte da sua história de vida. Então, você tem responsabilidade sobre eles. A Bíblia ensina: “Mas, se alguma viúva tiver filhos ou netos, eles devem aprender primeiro a praticar a piedade para com a própria família e a retribuir a seus progenitores, pois isso é o que agrada a Deus. Mas, se alguém não cuida dos seus, especialmente dos de sua família, tem negado a fé e é pior que um descrente” (1Timóteo 5.4,8).

Sente-se para conversar e acertar as arestas com parentes que nunca teve um bom relacionamento. Se for preciso, peça perdão, volte atrás, conserte o que foi destruído.
Não se esqueça dos aniversários e das datas que homenageiam cada um.

Pr. Atilano Muradas
Foto: Arquivo da internet
Fonte: http://getsemani.com.br/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FRASES DO TWITTER DO APÓSTOLO RENÊ TERRA NOVA

AMIZADE VERDADEIRA - I SAMUEL 18:1-5