A obrigação de sermos “ex”

Foto: pixabay.com
“Se você não for ‘ex alguma coisa’ você jamais entrará no céu“. (Lucinho Barreto)
Eu sou uma ex-mentirosa e uma ex-rejeitada. Hoje consigo me ver como Deus me vê. Consigo me portar como alguém de valor, visto o alto preço que o sangue de Jesus agregou à minha vida.
Hoje sou verdadeira. Os meus lábios destilam verdade, ainda que me doa – ou me envergonhe. Mas nem sempre foi assim. Por isso todos os dias surgem ‘N’ situações para que eu volte ao vômito: situações para eu minta e atitudes alheias que me colocam no pó, dizendo-me que não valho nada. Tantas situações onde sou preterida.

Em cada uma delas o SENHOR me lembra do plano de Satanás: corromper-me como antes. E em cada uma delas me lembro de que “o anjo do SENHOR acampa-se ao redor dos que o temem, e os livra” (Salmos 34:7).
Jesus sempre me diz que não importa o que fomos antes do nosso encontro com Ele, mas o que somos a partir dEle.
Nosso passado é nosso tendão de Aquiles. É nossa fraqueza. Não podemos esquecer-nos de onde o Pai nos tirou. É reconhecendo nosso passado que o inimigo não encontrará brechas para que falhemos.
Não se preocupe com o seu ‘ex’. Ele faz parte da sua história. Faz parte da história maravilhosa que Deus reescreveu. Preocupe-se em não se esquecer de onde saiu – seu inimigo não se esquece -, para que a gratidão nunca se afaste de você, nem a vigilância.

Por Daniele Araruna [Do Olhar ao Altar]
Fonte: Lagoinha.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FRASES DO TWITTER DO APÓSTOLO RENÊ TERRA NOVA

AMIZADE VERDADEIRA - I SAMUEL 18:1-5