Conversão: arrependimento e fé

Foto: Jean Assis
De acordo com a Bíblia, a conversão está intimamente ligada ao arrependimento e à fé. A conversão nada mais é do que o arrependimento das obras mortas e a fé na humilhação e glorificação do nosso Senhor Jesus Cristo.
Quando alguém se converte verdadeiramente é porque creu e se arrependeu. Aconteceu uma mudança de rumo, redirecionamento de vida, isto é, deixar o caminho largo que conduz para a morte e destruição, para seguir o caminho estreito que conduz à vida e à salvação. Isto é fruto visível da conversão.

E o que é a fé? “Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se veem” (Hebreus 11.1). Nenhum outro componente da vida cristã é mais importante do que a fé, aliás, sem fé não temos lugar com Deus, e é impossível agradá-lo: “Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dEle se aproxima precisa crer que Ele existe e que recompensa aqueles que o buscam” (Hebreus 11.6). Na realidade a fé é a crença no único e verdadeiro Deus, sem realmente vê-lo (1 Pedro 1.8). A fé não vem de nós mesmos, é dom de Deus, e é dada por Ele por Sua graça, bondade e misericórdia.
A conversão genuína ocorre no interior, no nosso coração. Uma ilustração clara e prática sobre a distinção entre a conversão, o arrependimento e a fé está nos ensinos da parábola do filho pródigo, descrita em Lucas 15.11-37. Nessa passagem vemos que o filho pródigo se arrependeu: “Caindo em si, ele disse: Quantos empregados de meu pai têm comida de sobra, e eu aqui, morrendo de fome!” (v. 17); teve fé para pedir perdão ao pai: “Eu me porei a caminho e voltarei para meu pai, e lhe direi: Pai, pequei contra o céu e contra ti. Não sou mais digno de ser chamado teu filho; trata-me como um dos teus empregados” (v. 18, 19); converteu-se: “A seguir, levantou-se e foi para seu pai. Estando ainda longe, seu pai o viu, cheio de compaixão, correu para seu filho, e o abraçou e beijou” (v. 20).
Cheio de compaixão e de amor o Pai nos espera de braços abertos. Ele deseja que creiamos em Jesus Cristo como nosso Senhor e Salvador, nos arrependamos dos nossos pecados e nos convertamos dos nossos maus caminhos (Atos 2.38; Jo 6.40; 2Cr 7.14).

Por Vicente de Jesus | Adaptação Lagoinha.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FRASES DO TWITTER DO APÓSTOLO RENÊ TERRA NOVA

AMIZADE VERDADEIRA - I SAMUEL 18:1-5