Nunca ou nunca mais

Foto: Jean Assis
Quase tudo pode ser prejudicial, se usado ou praticado em excesso, mas algumas coisas prejudicam ou até matam quando feitas uma única vez ou mesmo usadas em pequena quantidade.
Adão e Eva comeram o fruto proibido apenas uma vez, e isso foi o suficiente para influenciar negativamente a história da humanidade.
Não devemos subestimar o poder do mal. O desejo de experimentar pode ser uma cilada fatal. Alguns dizem: “Farei isto só desta vez, só hoje. Depois, eu paro”. Talvez não consigam parar ou até morram, fazendo da primeira vez a última.

Alguém tem esta atitude diante de um veneno? “Vou tomar só desta vez para ver que gosto tem”. Entretanto, muitos fazem isso com o pecado.
É verdade que Deus tem perdoado e resgatado tantas pessoas que cometeram pecados e crimes graves, mas, como todos sabem, prevenir é o melhor remédio. O Evangelho tem grande poder preventivo. O conhecimento da palavra de Deus deve nos fazer evitar muitos erros que nunca cometemos nem precisamos cometer NUNCA, nem uma única vez.
Vejamos o que disse o profeta:
“NUNCA me assentei na assembleia dos zombadores” (Jr 15.17).
“Então, disse eu: Ah! Senhor Deus! Eis que a minha alma não foi contaminada, pois desde a minha mocidade até agora, NUNCA comi daquilo que morrer de si mesmo, ou que é despedaçado por feras; nem carne abominável entrou na minha boca”. (Ez 4.14)
“NUNCA tal nos aconteça que nos rebelemos contra o Senhor”. (Js 22.29)
“Então, respondeu o povo, e disse: NUNCA nos aconteça que deixemos ao Senhor para servirmos a outros deuses”. (Js 24.16)
“Porém, quanto a nós, o Senhor é nosso Deus, e NUNCA o deixamos”. (2 Cr 13.10)
“Do preceito de seus lábios NUNCA me apartei, e as palavras da sua boca guardei mais do que ao meu pão de cada dia”. (Jó 23.12)
“Porém, eles disseram: Não beberemos vinho, porque Jonadabe, filho de Recabe, nosso pai, nos ordenou, dizendo: NUNCA JAMAIS bebereis vinho, nem vós nem vossos filhos” (Jr 35.6)
A obediência dos filhos de Jonadabe à ordem de seu pai foi usada como exemplo para a nação de Israel.
Nenhum de nós é perfeito, mas existem erros que precisamos evitar a todo custo. Quem nunca se envolveu com álcool, fumo, drogas, prostituição e adultério, práticas tão comuns em nossos dias, pode fazer o firme propósito de não pecar nessas áreas, NUNCA, nem uma só vez.
Como feridas que podem ser curadas, mas deixam grandes cicatrizes, assim também alguns pecados deixam profundas marcas. Existe esperança para quem praticou, mas evitar é ainda melhor.
A desculpa que mais se ouve é esta: “Todo mundo faz”. Isso não importa. O cristão tem que ser diferente. Não interessa o que os outros fazem. Imagine se Jesus faria.
Estas advertências são válidas principalmente para os mais jovens, que ainda não cometeram determinados erros na vida. Ainda podem evitar. Podem fazer o firme propósito de NUNCA praticar essas coisas, nunca entrar em lugares indevidos nem participar de atividades ou relacionamentos que podem levar ao pecado. Não viva perigosamente. É muito difícil alguém entrar no esgoto e sair limpo.
Sansão não podia cortar os cabelos. A única vez que isto aconteceu foi suficiente para destruir a sua vida (Jz 16.17-19).
Precisamos levar a sério o nosso compromisso com Deus. Cristianismo não é brincadeira. Devemos ter a firme determinação de nunca fazermos certas coisas, pois o Senhor é fiel conosco e nunca nos abandonou.
“Em ti confiarão os que conhecem o Teu nome; porque Tu, Senhor, nunca desamparaste os que Te buscam”. (Salmo 9.10)
Se você não pode dizer “nunca fiz isso”, ainda está em tempo de mudar e dizer “com a ajuda de Deus, NUNCA MAIS FAREI”.
Como está escrito:
“E NUNCA MAIS oferecerão os seus sacrifícios aos demônios, após os quais eles se prostituem; isto ser-lhes-á por estatuto perpétuo nas suas gerações”. (Lv 17.7)
“Para que todo o povo o ouça, e tema, e NUNCA MAIS se ensoberbeça”. (Dt 17.13)
“Para que os que ficarem o ouçam e temam, e NUNCA MAIS tornem a fazer tal mal no meio de Ti”. (Dt 19.20)
“E NUNCA MAIS se contaminarão com os seus ídolos, nem com as suas abominações, nem com as suas transgressões, e os livrarei de todas as suas habitações, em que pecaram, e os purificarei. Assim eles serão o meu povo, e eu serei o seu Deus”. (Ez 37.23)

Pr. Anísio Renato de Andrade | Adaptação Lagoinha.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FRASES DO TWITTER DO APÓSTOLO RENÊ TERRA NOVA

AMIZADE VERDADEIRA - I SAMUEL 18:1-5