Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2015

VOCÊ CONHECE A ORIGEM E O SENTIDO DO HALLOWEEN?

Imagem
"E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus." (Romanos 12:2) O Halloween é uma festa celebrada todo ano no dia 31 de Outubro, véspera do dia de Todos os Santos. Ela é realizada em grande parte dos países ocidentais, porém é mais representativa nos Estados Unidos, para onde foi levada pelos imigrantes irlandeses, em meados do século XIX. A história desta data comemorativa tem mais de 2500 anos. Surgiu entre o povo celta, que acreditava que no último dia do verão (31 de Outubro), os espíritos saiam dos cemitérios para tomar posse dos corpos dos vivos. Para assustar esses fantasmas, os celtas colocavam nas casas objetos assustadores como caveiras, ossos decorados, abóboras enfeitadas...

Não desista do sonho do casamento

Imagem
Enquanto busco inspiração para o post de hoje, observo uma pilha de convites de casamento na escrivaninha. Desta vez, não são os convites dos meus amigos ou familiares. São os meus convites! Do meu casamento! Aquilo que, muitas vezes, pareceu ser impossível virou realidade. Em cada um desses convites, minha noiva e eu poderíamos escrever das tantas vezes que achamos que não encontraríamos ninguém para amar e sermos amados ou das tantas vezes que nos desiludimos na vida sentimental. Em cada convite, existem as nossas orações mais secretas com Deus, nossos votos feitos no altar, os choros vindos do mais profundo da alma… Tantas histórias! Muitas delas, certamente, vividas por você também!

Pureza e imundícia

Imagem
Logo que o homem foi criado, Deus só lhe permitiu comer alimentos de origem vegetal (Gn 1.29). A restrição talvez fosse para proteger os animais até que se multiplicassem. Por outro lado, não faria sentido o sofrimento daquelas criaturas antes do pecado. Depois do dilúvio, Deus permitiu o consumo de carne (Gn 9.3). A regra mudou de acordo com o propósito divino em cada época. O mesmo ocorreu entre o Antigo e o Novo Testamento. No livro de Levítico, capítulo 11, encontramos uma lei especial para Israel, determinando os animais que serviriam ou não para se comer. Deduzimos que a pureza ou a imundícia de um animal estava relacionada, geralmente, ao tipo de alimento que ele comia. Os animais herbívoros eram puros; os carnívoros eram imundos, principalmente os de rapina. Esta é uma caracterização dos animais de terra firme e das aves, mas havia outros fatores em relação aos seres aquáticos e insetos.

A amizade de facebook

Imagem
Zygmunt Bauman, sociólogo polonês, conta que um jovem amigo lhe disse que havia feito 500 amigos, no facebook, em apenas um dia. E ele pensou: “eu tenho 86 anos e não tenho 500 amigos; logo a palavra não deve querer dizer a mesma coisa para nós dois”. Para Bauman, são dois tipos diferentes de amizade. A “amizade de facebook” provém de uma rede. Já a tradicional, “off-line”, provém dos laços humanos. Ele explica, então, que a comunidade nos precede. Pense numa família: ela já está lá, quando você chega. Ao contrário, a rede é feita e mantida viva por duas atividades diferentes: conectar e desconectar.

Descanso e proteção

Imagem
“Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará” (Sl 91.1) Acho que esgotei todas as possibilidades na luta contra os pernilongos. Foram vários tipos de pastilhas, inseticidas em aerossol, vela de citronela… A impressão que eu tinha era que eles até gostavam do cheirinho e chamavam os amigos para fazer festa toda noite. Até apelei para a tal da raquete elétrica e passava a noite em claro “caçando pernilongos”. Por mais acirrada que a luta fosse eu sempre saía vencida e, por fim, o que restavam eram: a sinfonia desafinada dos pernilongos, o corpo pintado das picadas e o cansaço no dia seguinte.

O perigo de assumir dívidas de terceiros

Imagem
Vivemos tempos de crise; sobretudo, financeira, o que é manchete diária nos noticiários. Este é um dos assuntos que tem deixado milhares de pessoas preocupadas e depressivas. É interessante destacar que a Bíblia fala muito sobre finanças e, inclusive, o próprio Jesus falou muito sobre este tema. Quantas advertências estão explícitas na Bíblia sobre o dinheiro. É verdade que alguns sabem administrar suas finanças de modo equilibrado, mas existem pessoas que tem tido amargas experiências em relação às suas finanças. J.C. Ryle certa vez mencionou: “Dois terços de todas as lutas, brigas e processos judiciais no mundo originam-se de uma simples causa: dinheiro!”. Diante desta reflexão exposta por Ryle, existe um agravante que muitos ainda não perceberam: o risco em ser avalista de terceiros.

3ª noite da Festa dos Tabernáculos

Imagem

Inteligência para Salvação

Imagem
Quanto a você, porém, permaneça nas coisas que aprendeu e das quais tem convicção, pois você sabe de quem o aprendeu. Porque desde criança você conhece as Sagradas Letras, que são capazes de torná-lo sábio para a salvação mediante a fé em Cristo Jesus. (2 Timóteo 3.14-15)
É uma máxima não cristã que as pessoas deveriam viver autenticamente, ou que deveriam ser verdadeiras consigo mesmas. O problema é que quando pessoas terríveis vivem a sua verdadeira natureza, o resultado são tempos terríveis. Todos os tipos de males florescem na sociedade porque pessoas más vivem autenticamente. Eles pensam e se comportam de acordo com a natureza de seu pai, o diabo. Muitos deles estão infiltrados até na igreja. Exibem uma forma de piedade, mas negam o seu poder em seu caráter e doutrina. Eles se opõem à verdade e perseguem os justos.

2ª Noite da Festa dos Tabernáculos

Imagem
Preletora: Prª Junaiara.
Sucedeu, pois, no mês de Nisã, no ano vigésimo do rei Artaxerxes, que estava posto vinho diante dele, e eu peguei o vinho e o dei ao rei; porém eu nunca estivera triste diante dele.
E o rei me disse: Por que está triste o teu rosto, pois não estás doente? Não é isto senão tristeza de coração; então temi sobremaneira.
E disse ao rei: Viva o rei para sempre! Como não estaria triste o meu rosto, estando a cidade, o lugar dos sepulcros de meus pais, assolada, e tendo sido consumidas as suas portas a fogo?
E o rei me disse: Que me pedes agora? Então orei ao Deus dos céus,
E disse ao rei: Se é do agrado do rei, e se o teu servo é aceito em tua presença, peço-te que me envies a Judá, à cidade dos sepulcros de meus pais, para que eu a reedifique.
Então o rei me disse, estando a rainha assentada junto a ele: Quanto durará a tua viagem, e quando voltarás? E aprouve ao rei enviar-me, apontando-lhe eu um certo tempo.
Disse mais ao rei: Se ao rei parece bem, dêem-se-me cartas pa…