Amnésia espiritual

fé
Pedro era um cara normal. Com 20 e poucos anos, trabalhando, quase terminando a tão sonhada faculdade de cinema. Um cara que fazia parte do ministério de teatro em sua igreja e que, uns meses atrás, ganhou uma viagem missionária para o país aonde ele sempre quis ir: Cabo Verde. Pôde passar um mês fazendo o que gosta: ensinando técnicas de teatro para crianças em uma escola, e, por meio disso, pôde evangelizar muitas delas. Pedro sentiu o Espírito Santo agindo por meio da sua vida. Ele aproveitou bem essa oportunidade, pois sabia que não é todo dia que alguém resolve lhe dar uma viagem missionária de presente.

Ao retornar, Pedro tinha que terminar seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Escolheu escrever sobre o tema “A Bíblia e o Cinema”; mas parecia que seu TCC simplesmente não saía do chão. E além disso, sua namorada terminou o relacionamento com ele. Um namoro de três anos. Pedro sonhava em casar-se com Raquel. Já tinham feito planos e falavam em casar em breve. Pedro já tinha escolhido as alianças e a pediria em casamento dali a uma semana. Mas, sem motivo nenhum, ela terminou aquele namoro.
Pedro ficou arrasado. Mal conseguia dormir. Então, passou a dedicar-se mais ao seu trabalho. Já trabalhava na área de cinema, em uma agência grande, e conseguiu um aumento. E com  salário mais alto, mais responsabilidades. Trabalhava mais, mal tinha tempo para almoçar, para descansar. Mas chegou o dia em que Pedro recusou-se a ajudar na direção de certo filme, porque ia contra os princípios bíblicos e por conta disso, foi demitido no dia seguinte.
Agora, ele se sentia perdido, já não conseguia mais ir à igreja, pois não suportava ver Raquel ali. Pedro passou a se arrastar. Viver por viver. Tudo que ele sonhava parecia que tinha sido arrancado de suas mãos. Mal tinha vontade de ir para a faculdade. Sem namorada, sem emprego e ainda tendo que se virar para pagar suas despesas.
Assim, Pedro passou a sofrer de “amnésia espiritual”, aquele tipo de amnésia em que esquecemos de todas as coisas que Deus já fez em nossa vida. Esquecemos das pequenas coisas que Deus já fez, e, pior ainda, esquecemos das grandes coisas, dos sonhos que Deus já realizou, dos projetos. Assim como Pedro, esquecemos tudo o que Deus já fez no passado, simplesmente por que, no presente, não conseguimos ver a mão de Dele.
Esquecemos que Deus faz coisas por nós todos os dias. O simples fato de estarmos vivos já é motivo para glorificá-Lo. Existe cura para isso? É claro que existe: agradecer a Deus, de todo o coração, alma, espírito. Agradecer a Ele, porque Ele é bom. Porque Seus caminhos são perfeitos, Seus pensamentos são mais altos que os nossos. E, mesmo quando nos encontramos em meio a uma tempestade, podemos levantar os nossos olhos e agradecer, porque mesmo os problemas nos levam para mais perto dEle.
E nosso amigo Pedro? A história dele é fictícia, mas poderia muito bem representar a minha vida ou a sua. Mal sabia Pedro que Deus estava no controle de tudo. Que daria tudo certo com seu TCC. Que dali a um tempo, Deus lhe daria um emprego melhor, uma esposa dedicada a Deus e filhos maravilhosos. Pedro só precisava de um pouco de fé, para saber que o mesmo Deus que lhe deu uma viagem missionária, lhe daria muito mais.
A Bíblia está repleta de versículos de gratidão! Já agradeceu a Deus hoje?
“Estejam sempre alegres, orem sempre e sejam agradecidos a Deus em todas as ocasiões. Isso é o que Deus quer de vocês por estarem unidos com Cristo Jesus” (1 Tessalonicenses 5.16-18).

Por Pati Geiger (Eu Escolhi Esperar)
Fonte: Lagoinha.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FRASES DO TWITTER DO APÓSTOLO RENÊ TERRA NOVA

AMIZADE VERDADEIRA - I SAMUEL 18:1-5