Restaurando a Santidade

O Apóstolo Pedro exorta aos cristãos da dispersão a se manterem firmes na fé e na santidade, demonstrando a eles o valor e a significância do sacrifício de Cristo, e a necessidade que eles tinham de buscarem o padrão de santificação e pureza baseado nas escrituras sagradas.
Veja abaixo como restaurar a santidade:

1. Ser santo não significa o fato de termos opiniões e doutrinas teologicamente corretas, mas vivermos na prática da palavra de Deus. Rm. 12: 02.

2. Será que estamos praticando a palavra de Deus no mesmo nível das nossas opiniões doutrinárias?

3. Ser santo não significa o fato de termos ou seguirmos um conjunto de regras denominacionais, ou ainda termos uma agenda cheia de compromissos espirituais.

4. SER e ESTAR tem diferença, o ESTAR cheio do Espírito Santo, está condicionado ao mover do Espírito Santo, mas o SER cheio do Espírito Santo, está condicionado ao fato de sermos cheios da palavra de Deus. 1ª Pe1.22-25; 2.1-5.

5. Santidade significa, sobretudo, uma vida de obediência a palavra de Deus. O Apóstolo Pedro exorta a igreja a uma vida de santificação baseada na obediência a palavra. 1ª Pe 1.2; 1.14; 1.22.

6. A nossa santificação é dinâmica, é um processo que começa com o Espírito Santo, levando-nos a uma vida de obediência e prática da Palavra de Deus. 1ª Pe 1.15; 22 e 2.1-2; Rm 12.2; Ap 22.14.

7. A obra da santificação de Deus em nós hoje é resultado da oração sacerdotal de Cristo, feita a nosso favor a mais de dois mil anos atrás:“Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade” Jo 17.17.

Conclusão: Santidade é o processamento da palavra de Deus em nós através da nossa resposta positiva a obra do Espírito Santo, mediante a nossa atitude de obediência a Ele.

Pr. Paulo Cézar Martins
Fonte: http://www.montesiao.pro.br/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AMIZADE VERDADEIRA - I SAMUEL 18:1-5

FRASES DO TWITTER DO APÓSTOLO RENÊ TERRA NOVA