Sua condição não pode calar a sua adoração

Violao
O título desse artigo é baseado numa música muito conhecida no meio evangélico. Ao preparar uma ministração de louvor para o Encontro de Mulheres na minha igreja, o Senhor começou a ministrar em meu coração sobre a importância de não deixar nossa condição impedir nossa adoração.
Quando enfrentamos momentos difíceis, muitas vezes, a primeira reação é nos calarmos ou nos escondermos, mas é necessário tomarmos uma posição diferente, pois a adoração é importante em todas as circunstâncias da nossa vida. Essa adoração não se limita a canções, podemos demonstrá-la também através de atitudes, testemunho e amor.

Lembro-me do testemunho de uma amiga. Ela e o esposo passaram por uma fase muito difícil, porque ele pediu desligamento do trabalho, pois iriam se dedicar em tempo integral na igreja. Foi tudo bem planejado, a aposentadoria chegaria logo após o pedido demissão. Mas passaram meses e anos e a aposentadoria não se concretizou. Por esse motivo, o casal enfrentou muitas lutas e dificuldades.
Depois de um longo tempo, os encontrei, e ao perguntar sobre a questão da aposentadoria, me responderam que ela havia sido liberada e, por isso, estavam muito felizes com a vitória. Entretanto, também disseram que sentiriam saudades do tempo da dificuldade, pois foram momentos únicos na presença do Pai que os fizeram adorar com muita intensidade.
A Bíblia relata a linda história do Rei Josafá em 2 Crônicas 20, que passou por uma situação terrível, seus inimigos, os filhos de Moabe e os filhos de Amom, com alguns dos meunitas, foram à peleja contra o próprio povo. Era grande multidão vinda dalém do mar e da Síria. Os inimigos queriam aniquilá-los.
A primeira atitude de Josafá foi preparar o arsenal de um comando militar, aviões combatentes, helicópteros e tanques de guerra? Não, nessa época não havia esses recursos. Então, mandaram separar os arcos, dardos, couraças, lanças e soldados valentes? Não! Josafá se pôs de pé.
A Bíblia relata que ele teve medo, mas escolheu buscar ao Senhor e convocou Judá e Jerusalém para pedirem socorro a Deus. “Então, Josafá se prostrou com o rosto em terra, e todo o Judá e os moradores de Jerusalém também se prostraram perante o Senhor e o adoraram (verso 18).
Eles se organizaram para esse clamor, mesmo correndo contra o tempo.
“Dispuseram-se os levitas, dos filhos dos coatitas e dos coreítas, para louvarem o Senhor Deus de Israel, em voz alta, sobremaneira”. Sabe o que aconteceu? Eles conquistaram a vitória. “Tendo eles começado a cantar e a dar louvores, pôs o SENHOR emboscadas contra os filhos de Amom e de Moabe e os do monte Seir que vieram contra Judá, e foram desbaratados” (verso 22).
A adoração é uma arma poderosa! Quantos ensinamentos lindos podemos extrair dessa passagem bíblica. Amado, faça como o Rei Josafá. Você está em lutas? Tome uma posição diferente, levanta-se e não deixe a sua condição calar a sua adoração.

Por Suely Marques de Rezende – Colaboradora do portal Lagoinha.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FRASES DO TWITTER DO APÓSTOLO RENÊ TERRA NOVA

AMIZADE VERDADEIRA - I SAMUEL 18:1-5