Rio de Deus

Foto: Internet
“E mostrou-me o rio puro da água da vida, claro como cristal, que procedia do trono de Deus e do Cordeiro. No meio da sua praça, e de um e de outro lado do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de mês em mês; e as folhas da árvore são para a saúde das nações” (Apocalipse 22.1-2)
Jesus em breve virá. Virá para reinar com aqueles que viveram em guerras, que gastaram seus dias servindo a Deus, fazendo em tudo a vontade do Pai. Haverá um fim de tudo aqui, esta máxima é inegociável; porém, depois deste fim para onde iremos? Para esta pergunta só a fé traz uma resposta satisfatória. Fé em quê? Na Palavra de Deus.

O texto que lemos acima é a matéria-prima do que devemos crer quanto a nosso futuro depois de findado este mundo, ele fala sobre a Jerusalém celestial cidade de Deus, e nela o apóstolo João viu algumas coisas magníficas, onde se começa relatando o rio puro da água da vida, claro como cristal.
Rio fala de tantas coisas, águas, margens, pureza. Referenciais poderosos. Todo rio tem curso, e como lemos o rio visto por João procede do trono de Deus. Mas o relato do apóstolo não para por aí, ele diz que no meio da praça da cidade por onde o rio passa, existe uma árvore e esta é a árvore da vida. Diz também que ela toca os dois lados do rio. Só existe uma forma de uma árvore tocar os dois lados de um rio, e se esta estiver acima do rio, se o rio passar por baixo dela. É exatamente assim a descrição desse rio magnífico. Ele é tocado nas duas margens por esta árvore misteriosa. Ela produz doze frutos um por mês, e suas folhas são saúde para as nações.
Uma ligação é percebida entre o rio e a árvore, pois um rio que toca as raízes de uma árvore é o responsável por sua vida. Entendemos então que a vida da Árvore é provida pelo rio que sai do trono de Deus. Tem ainda algo intrigante na descrição da árvore, suas folhas são remédio para as nações.
Pois bem, o quadro pintado pelo apóstolo mostra que a esplêndida descrição espiritual do rio da cidade e da árvore, tem um objetivo comum: ser um ambiente de vida para povos. Se tem vida precisa ter quem a receba, se tem nações há pessoas, pois territórios não vão para o céu! Irão apenas pessoas que vêm destes territórios, “nações” e ainda temos a referência de tempo cronológico, doze meses, com um fruto para cada.
Este entendimento é exuberante; contudo, quem poderá beber destas águas? Aqueles que compartilham da pureza do rio que sai do trono de Deus.
Compartilhar desta pureza é algo que começa agora, mesmo estando neste mundo mau, com a oportunidade de bebermos tantas águas. O Salmo 119.9 diz “Com que purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra”.
Você quer estar na cidade de Deus e usufruir da eternidade a seu lado? Abandone TODA água suja que possa existir na sua vida, referencie-se pelo Rio puro de Deus em todos os seus caminhos, vivendo conforme a palavra de Deus. Em breve, toda lágrima será enxugada do rosto, e você comerá dos frutos da árvore da vida. E o que está escrito nos versículos abaixo serão a realidade de seu futuro.
“E ali nunca mais haverá maldição contra alguém; e nela estará o trono de Deus e do Cordeiro, e os seus servos o servirão. E verão o seu rosto, e nas suas testas estará o seu nome. E ali não haverá mais noite, e não necessitarão de lâmpada nem de luz do sol, porque o Senhor Deus os ilumina; e reinarão para todo o sempre” (Apocalipse 22.3-5).

Por Pr. Romney Cruz.
Fonte: Lagoinha.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AMIZADE VERDADEIRA - I SAMUEL 18:1-5

FRASES DO TWITTER DO APÓSTOLO RENÊ TERRA NOVA