Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2015

Construa pontes em vez de cavar abismos

Imagem
Nós não somos perfeitos nem convivemos com pessoas perfeitas. Temos, não raro, motivos de queixas uns contra os outros. Os relacionamentos mais íntimos adoecem. As amizades mais próximas acidentam-se nos rochedos das decepções e das mágoas. As palavras de amor são substituídas por censuras e os abraços fraternos são trocados pelo afastamento gelado. Os relacionamentos adoecem na família, na igreja e no trabalho. Pessoas que andaram juntas e comungaram dos mesmos sentimentos e ideais, afastam-se. Cônjuges que fizeram votos de amor no altar, ferem um ao outro com palavras duras. Amigos que celebravam juntos as venturas da vida, distanciam-se. Parentes que degustavam as finas iguarias no banquete da fraternidade, recuam amargurados. Irmãos que celebravam festa ao Senhor com o mesmo entusiasmo, apartam-se tomados por dolorosa indiferença.

Por Quem devemos Orar?

Imagem
Texto: Lucas 18.1-8
Introdução: A oração não é um monólogo egoísta e sim um diálogo com Deus, em nome de Jesus, em prol de causas verdadeiramente importantes. Com certeza devemos orar por nós, porém não pode ser a causa principal de nossa oração. Vejamos o que diz a Palavra de Deus acerca do assunto, por quem devemos orar?

Como perdoar quem não demonstra arrependimento?

Imagem
A morte vicária e expiatória de Jesus foi o preço que Ele pagou para que o ser humano fosse perdoado e restaurado à comunhão com Deus.
Perdoar implica cancelar ou remir uma dívida. O sacrifício de Jesus na cruz foi o preço pago por Deus para perdoar-nos; a cédula, o escrito da dívida, que era contra nós foi cancelada (Colossenses 2.14).

FAMÍLIA PARA SEMPRE

Imagem
Todos querem e vão viver uma família para sempre. Mas para que isso aconteça, temos que levar em consideração nossas diferenças. Sou totalmente diferente da Paty, minha esposa, que é diferente do meu filho Geraldinho e este por sua vez não tem nada a ver com meu outro filho, Manoel, e muito menos com minha filha Valentina. Somente aprendendo a viver com estas diferenças formamos uma família para sempre. Se você busca ter uma família para sempre, preste atenção nas orientações que recebi para minha vida e que me ajudaram a ter este precioso tesouro.

O que realmente deve lhe atrair

Imagem
Hoje em dia, muitos têm olhado para a pessoa certa; porém, com o olhar errado. Muitas moças não conseguem enxergar mais do que músculos em um rapaz, e o definem como atraente simplesmente pelo físico. Rapazes olham para as moças, muitas vezes, e tiram as mesmas conclusões. Conseguem enxergar apenas um corpo escultural que os atraem e seduzem, despertando os mais abrasivos desejos. Mas será que a aparência física, o corpo, deve ser mesmo o nível em que você deve se permitir ser atraído(a)? Você já sabe que a resposta, é não. Mas estamos aqui para mostrar, lembrar e incentivar você a permanecer firme naquilo que precisa – realmente – lhe atrair.

O homem e a esperança

Imagem
Conta-se que um certo capitão chamado James esteve por dois anos na solitária, preso com correntes ao seu tornozelo, durante 15 horas por dia e em total escuridão. Durante o tempo que esteve na cadeia foi interrogado mais de 300 vezes. Sua perna foi quebrada; recebeu açoites no rosto com a fivela de um cinto até ter convulsões. Diante desse quadro, poderíamos pensar que o sentimento que predominava no coração do capitão era a desesperança. Entretanto, em nenhum momento ele se deu por vencido e cedeu às exigências do inimigo que o mantinha preso. À mercê de seus cruéis captores, ele estava impotente. No entanto, manteve (na verdade aumentou) sua força pessoal a tal ponto que tornou-se inquebrantável. “Somente morto poderão me usar. Prefiro morrer a decepcionar meus companheiros.”

O que é a consciência?

Imagem
Somos mais do que os nossos olhos podem ver. Somos um corpo, que abriga uma alma e possui um espírito. O corpo é que nos mantém em contato com o MUNDO exterior por meio dos sentidos: a visão, a audição, o tato, paladar e o olfato. A alma diz respeito a quem somos, nossos sentimentos, nossas emoções, nossa razão, nosso temperamento. E o espírito é a parte mais interior e profunda de nosso ser. É no espírito que acontece a comunhão com Deus. Nossa consciência faz parte da nossa alma. E ela é tão importante porque nos traz, por assim dizer, a noção do que é certo ou errado. Mesmo um ímpio, que não tenha ainda sido salvo e, portanto, não tem a pessoa do Espírito Santo falando em seu coração, tem a noção do que é correto ou não, justamente por causa de algo que Deus deu a todo homem, todo ser humano: a consciência.

Santidade: o padrão de Deus para nós

Imagem
Uma atitude humanista e egoísta nos leva a colocar nossa vontade acima de tudo, inclusive, quando oramos. Embora muitas petições sejam aceitáveis, Jesus nos ensinou a orar assim: “Pai nosso que estás no céu… seja feita a tua vontade” (Mt 6.9-10). Imediatamente, pode surgir uma dúvida: Qual é a vontade de Deus? O que ele quer?Poderíamos propor tantas hipóteses, mas vejamos o que Paulo escreveu: “Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação, que vos abstenhais da prostituição” (1Ts 4.3). A santificação é um conceito amplo, do qual a abstinência é um exemplo prático. Será que o propósito do evangelho é apenas nos abençoar? Seu efeito seria apenas o suprimento das nossas necessidades? Além das bênçãos, a obra de Cristo inclui a santificação, isto é, um processo rumo à santidade, de modo que sejamos cada vez mais parecidos com Jesus. Ser “abençoado” está, geralmente, ligado à ideia de receber. Ser “santificado” relaciona-se mais à renúncia e aparente perda em prol de um ganho mai…

Administrando conflitos

Imagem
Discutimos esse tema amplamente, mas não é demais analisarmos com profundidade questões que estão presentes no nosso dia-a-dia. Desta vez, o assunto a ser tratado este mês é a inveja.
Esse sentimento pode surgir ainda na infância. Pode ser motivado, por exemplo, pelo nascimento de um irmão ou uma irmã. Nesse caso, não se trata de um pecado, mas de um sentimento afetivo real que os pais devem discernir, compreender e curar. Dizemos à criança que ela deve amar o novo membro da família, mas, inconscientemente, ela o odeia porque pensa que o recém-nascido roubou o amor de seus pais. Para reencontrar esse amor, ela maltrata o bebê e torna-se desobediente e irritadiça.

Pedro, nosso fiel retrato

Imagem
Pedro é o personagem mais contraditório da história. Oscilava como  uma gangorra desde os picos mais altos da coragem até às profundezas da covardia mais vil. Com a mesma velocidade que avançava rumo à devoção mais fiel, dava marcha ré e tropeçava em suas próprias palavras. Pedro é mais do que um homem paradoxal; é um emblema. Pedro é o nosso fiel retrato. É a síntese da nossa biografia. O sangue de Pedro corre em nossas veias e o coração de Pedro pulsa em nosso peito. Temos o DNA de Pedro. Oscilamos também entre a devoção e a apostasia. Subimos aos píncaros e caímos nas profundezas. Falamos coisas lindas para Deus e depois tropeçamos em nossa língua e blasfemamos contra ele. Prometemos inabalável fidelidade e depois revelamos vergonhosa covardia. Revelamos uma fé robusta num momento e em seguida naufragamos nas águas revolta da incredulidade. É isso que somos, Pedro!

Quem passa mais tempo com nosso filho?

Imagem
Aos 52 anos de idade, tenho o orgulho de dizer que sou da geração de que somente os pais passavam muito tempo longe de seus filhos, pois era geral a opção e a cultura de que as mulheres ficariam com eles, enquanto os maridos buscavam a provisão: foi assim com minha avó, com minha mãe e com minha esposa também.

Criação ou acaso?

Imagem
A vida natural é muito complexa e maravilhosa. Tudo que conhecemos na natureza está organizado em sistemas. Todo sistema nos faz pressupor uma inteligência que lhe é subjacente, superior e anterior. Algum sistema extraordinário e eficaz surge sozinho, sem uma inteligência que o tenha desenvolvido? Desde o átomo até as galáxias, nota-se funcionalidade, beleza estética e organização matemática. O cosmos funciona como um belo relógio analógico, marcando a marcha do tempo. O universo é regido por leis, como testemunho da existência de um legislador.

Dando a volta por cima

Imagem
“Não andeis ansiosos por motivo algum; pelo contrário, sejam todas as vossas solicitações declaradas na presença de Deus por meio de oração e súplicas com ações de graça” (Filipenses 4.6) Em tempos de crise, para todos os lados que olhamos, observamos pessoas desesperadas, inseguras, ansiosas. Até mesmo dentro das nossas igrejas há uma inquietação crescente e incômoda. Não quero dizer com isso que os cristãos e a igreja deveriam estar imunes às provações; afinal, ainda não fomos tirados do mundo e aqui passaremos por aflições. Isso é certo.

Homens de princípios

Imagem
O homem que deseja ter uma vida que agrade a Deus deve se basear nos princípios contidos na Palavra de Deus. Do contrário, sua saúde espiritual declinará. Pelo fato de exercer o papel de líder a família é também responsabilidade dele ensinar-lhes as Escrituras, permitindo que Deus transforme a vida dele como também a família. Homens que aprendem, vivem e ensinam a Palavra passam por uma grande transformação e a vida deles influencia a de várias pessoas. Jesus nos mostra isso em sua parábola bem conhecida dos quatro tipos de terreno (Mt 13.3-9, 18-23).

Jejum, uma prática a ser resgatada

Imagem
O jejum é uma prática milenar, porém em desuso na igreja cristã contemporânea. Está presente tanto no Antigo como no Novo Testamento. Os profetas, os apóstolos, Jesus e muitos homens de Deus, ao longo da história, experimentaram os benefícios espirituais do jejum. Os santos de Deus em todos os tempos não somente creram no jejum, como também o praticaram. Hoje, porém, são poucos os crentes que jejuam com regularidade e ainda há muitas dúvidas acerca da sua necessidade e de seu funcionamento. Destacaremos três pontos para nosso ensino:

Não Mais Olhar Atrás – por Luciano Subirá

Imagem
“A outro disse Jesus: Segue-me! Ele, porém, respondeu: Permite-me ir primeiro sepultar meu pai. Mas Jesus insistiu: Deixa aos mortos o sepultar os seus próprios mortos. Tu, porém, vai e prega o reino de Deus. Outro lhe disse: Seguir-te-ei, Senhor; mas deixa-me primeiro despedir-me dos de casa. Mas Jesus lhe replicou: Ninguém que, tendo posto a mão no arado, olha para trás é apto para o reino de Deus”. (Lucas 9.59-62)
Temos aqui um chamado de Jesus a duas pessoas diferentes, mas que lhe responderam de modo semelhante. Enquanto Jesus esperava de cada uma delas um profundo comprometimento, elas, por sua vez, estavam presas demais às coisas terrenas e questões transitórias.

CAMINHANDO EM VITÓRIA

Imagem
Texto: “Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo. Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.” (I Coríntios 15:57,58) Verdade Central: A chamada de Deus para os Seus filhos é para caminhar em vitória. Isso não significa caminhar sem lutas. Mas, significa que, diante das adversidades, o Senhor irá à nossa frente e nos concederá a vitória contra o inimigo das nossas almas. Introdução: Quando enfrentamos adversidades, precisamos tomar cuidado para não nos envolvermos em armadilhas. Por isso, devemos treinar a fé e vigiar o tempo todo, porque o diabo sempre está procurando uma chance para nos atingir e nos flechar e, dessa forma, impedir-nos de caminhar em vitória.

Dando razão da nossa fé em Deus

Imagem
1. A questão da existência de Deus
a) Os ateístas – Negam que Deus existe;
b) Os materialistas – Acham que a matéria inerte e impessoal é eterna;
c) Os evolucionistas – Tudo surgiu por acaso, portanto não há Deus.

O namoro e as finanças

Imagem
Você já conversou sobre finanças no seu namoro? Como é semana do Dia dos Namorados, quero falar sobre finanças no namoro. Sete dicas para viver melhor com seu dinheiro no namoro. 1 – Quando devo começar a falar sobre finanças no namoro? Quanto mais cedo e mais claro, melhor. Começar um namoro escondendo algo é um erro muito comum, e quando descoberto causa um dano maior. Ex.: Já orientei um namorado que tinha recebido uma herança e escondia da namorada, com medo de ela ficar com ele apenas pensando na grana. Será que ele conhecia bem a namorada?

Deus me deu você…

Imagem
Deus me deu Você para que eu me enxergasse,
para manter-me forte e ajudar-me a tocar em frente.

Deus me deu Você para partilhar meu coração e minha alma,
para trazer-me coragem e esperança,
para ensinar-me o significado do Amor Incondicional.

Volte em paz para sua casa

Imagem
Jacó precisou fugir da casa de seus pais. Seu irmão Esaú queria matá-lo. Depois de muitas trapaças e mentiras, a situação no seu lar ficou insustentável. Orientado por sua mãe, enganou o pai e traiu o irmão. Agora, não pode mais ficar. Tem de sair. As fraquezas de Jacó, entretanto, não anularam o propósito de Deus em sua vida. Deus aparece para ele em Betel e lhe faz promessas. Jacó prossegue viagem e chega em Padã-Arã, e ali conhece Labão e suas filhas. Trabalhou quatorze anos para seu sogro, para ter o direito de casar-se com Raquel. Deus abençoou sua vida e ele prosperou. Seu sogro era um homem esperto e queria se aproveitar dele, mas Deus reverteu a situação e Jacó enriqueceu-se. Depois de vinte anos, Jacó tem numerosa família e muitos bens.

A ORAÇÃO ABRE AS PORTAS DOS CÉUS

Imagem
“Orai sem cessar.” (I Tessalonicenses 5:17)
Verdade Central: Para que o reino espiritual seja aberto em nossas vidas, o caminho a ser percorrido é através da oração, pois ela nos leva ao mundo espiritual e Deus nos mostra as diretrizes para que sejamos vencedores frente ao complô satânico que luta ferozmente para nos parar e nos frear. Por isso, devemos treinar o nosso espírito de maneira que ele permaneça ligado ao Trono de Deus 24 horas por dia.

Sua condição não pode calar a sua adoração

Imagem
O título desse artigo é baseado numa música muito conhecida no meio evangélico. Ao preparar uma ministração de louvor para o Encontro de Mulheres na minha igreja, o Senhor começou a ministrar em meu coração sobre a importância de não deixar nossa condição impedir nossa adoração. Quando enfrentamos momentos difíceis, muitas vezes, a primeira reação é nos calarmos ou nos escondermos, mas é necessário tomarmos uma posição diferente, pois a adoração é importante em todas as circunstâncias da nossa vida. Essa adoração não se limita a canções, podemos demonstrá-la também através de atitudes, testemunho e amor.

Rio de Deus

Imagem
“E mostrou-me o rio puro da água da vida, claro como cristal, que procedia do trono de Deus e do Cordeiro. No meio da sua praça, e de um e de outro lado do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de mês em mês; e as folhas da árvore são para a saúde das nações” (Apocalipse 22.1-2) Jesus em breve virá. Virá para reinar com aqueles que viveram em guerras, que gastaram seus dias servindo a Deus, fazendo em tudo a vontade do Pai. Haverá um fim de tudo aqui, esta máxima é inegociável; porém, depois deste fim para onde iremos? Para esta pergunta só a fé traz uma resposta satisfatória. Fé em quê? Na Palavra de Deus.

Culto - Ceia do Senhor

Imagem

Administrando conflitos

Imagem
Enquanto o egocentrismo leva uma pessoa a considerar-se a mais importante, o centro do mundo, o egoísmo é manifestado por um apego excessivo a si mesma que faz com que ela busque, de maneira exclusiva e calculada, a satisfação de seu prazer e seus próprios interesses, mesmo em detrimento do bem-estar e dos interesses alheios.
Na Bíblia, vemos que os egoístas, a fim de conseguirem o que desejavam, foram capazes de matar ou destruir pessoas e famílias. A rainha Jezabel e o rei Acabe exemplificam isso. Jezabel mandou matar Nabote por causa de uma vinha que o esposo dela, Acabe, cobiçava (1 Rs 21). Atente, porém, para o terrível fim de Jezabel, registrado em 1 Reis 21.23 e 2 Reis 9.30-37.

Rio de Deus

Imagem
“E mostrou-me o rio puro da água da vida, claro como cristal, que procedia do trono de Deus e do Cordeiro. No meio da sua praça, e de um e de outro lado do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de mês em mês; e as folhas da árvore são para a saúde das nações” (Apocalipse 22.1-2) Jesus em breve virá. Virá para reinar com aqueles que viveram em guerras, que gastaram seus dias servindo a Deus, fazendo em tudo a vontade do Pai. Haverá um fim de tudo aqui, esta máxima é inegociável; porém, depois deste fim para onde iremos? Para esta pergunta só a fé traz uma resposta satisfatória. Fé em quê? Na Palavra de Deus.

100% feliz – ainda que nos falte alguma coisa

Imagem
Se você fosse 99% feliz, conseguiria sorrir? A Bíblia nos conta a história de Ana (1 Samuel 1), uma mulher que tinha tudo pra ser feliz, mas esse 1% que faltava fazia com que ela não conseguisse ver a felicidade em nada mais. Ana tinha tudo o que alguém poderia querer. Ela tinha Deus, era casada com um homem que a amava incondicionalmente, devia ter uma vida próspera, ser fisicamente bonita… Mas faltava um filho para ela e, por causa desse filho ausente, não conseguia ver beleza em mais nada na vida. Não conseguia se alegrar com o amor de seu marido, não conseguia ser feliz adorando a Deus. Ela vivia uma vida triste e amargurada…

Livre-se do gosto amargo da falta de perdão!

Imagem
Hoje gostaria de falar um pouquinho sobre perdão. Particularmente já vivi experiências muito profundas na área do perdão, contudo, quanto mais medito na Palavra, mais percebo que não entendo nada acerca do Reino de Deus. É como se fosse um oceano infinito, quanto mais você mergulha na Palavra, mais Deus se revela a você. No livro 2 Reis capítulo 6, a partir do verso 8, a Bíblia conta a história de um rei que lutava contra Israel. A Palavra diz que a todo tempo aquele rei tentava atacar Israel, contudo suas emboscadas sempre davam errado. Não compreendendo onde estava o erro, o por que de tudo dar sempre errado, aquele rei convocou seus conselheiros e perguntou: “Qual dentre vós está me traindo?”. Foi então que disseram: “Nenhum de nós meu rei. O profeta Eliseu é quem conta ao rei de Israel tudo o que o senhor fala até mesmo no seu próprio quarto”. A partir daquele momento o rei ordenara não somente acabar com Israel mas também matar Eliseu. Resumindo a história: Eliseu orou a Deus, d…

Ele não está aqui, ressuscitou!

Imagem
Meu pastor sempre nos ensinou a orar por Jerusalém, lembro que no término dos cultos de domingo, ele encerrava com o Salmo 122 citando o versículo 6: “Orai pela paz em Jerusalém! Sejam prósperos os que te amam” . Seus ensinamentos sobre a Nação escolhida fizeram com que despertasse em mim respeito e amor por essa nação. Desde então passei a estudar sua cultura, povos, belezas naturais e canções nativas.

O zelo excessivo

Imagem
“Jesus, porém, vendo isto, indignou-se [...]” (Marcos 10.14) Você já percebeu que muitas vezes agimos como os primeiros discípulos do Senhor? Demonstramos extremo zelo por Sua causa e sem percebermos, assim como eles o fizeram, acabamos desagradando ao Pai. Observem o que ocorreu aqui. Alguns pais ou avós, famílias sedentas pela bênção de Jesus sobre a vida de suas crianças, trouxeram-nas para que fossem por Ele tocadas. E o que os apóstolos fizeram? Começaram a repreender as pessoas… É inacreditável, mas muitas vezes nosso excesso de “zelo” prejudica a obra em vez de aprimorá-la.

Homens honrando sua esposa acima dos seus interesses pessoais

Imagem
Um homem deve amar a esposa e protegê-la, bem como a família, buscando atender às necessidades dela antes das suas próprias. Poucos homens entendem e praticam essa verdade que se encontra em Efésios 5.25-28. Infelizmente, eles têm pensando, primeiro em seus interesses: trabalho, lazer, amizades, dentre outros. Cada homem foi criado por Deus para ser um protetor, que ama além das circunstâncias e dos problemas. O seu interesse não pode ser o mais importante, ele abre mão, e se sacrifica. Em Gênesis 2.15 – Deus está dizendo para o homem: “Estou colocando você no Jardim não somente para trabalhar e cultivá-lo, mas também para protegê-lo — incluindo os animais, as plantas e a mulher que vou criar. Você é o protetor”. O homem foi criado para proteger, ele é um guarda de segurança de Deus.

CUIDANDO DA FAMÍLIA

Imagem
“E eu suscitarei para mim um sacerdote fiel, que procederá segundo o meu coração e a minha alma, e eu lhe edificarei uma casa firme, e andará sempre diante do meu ungido.” (I Samuel 2:35) Estamos vivendo dias em que a guerra não é na faculdade. A luta não é mais no setor de trabalho. A dificuldade não é no gerenciamento do secularismo. A guerra é na família. Está difícil marido compreender esposa, está difícil esposa compreender marido, está muito difícil os pais compreenderem os filhos e está mais difícil ainda os filhos compreenderem os pais. Está existindo um tipo de angústia não diagnosticada em que vemos claramente que há uma disfunção, um desrespeito aos princípios da Palavra, em que somos passo a passo violentados. O marido precisa aprender a ser sacerdote. A esposa precisa aprender a ser sacerdotisa. Os filhos precisam aprender a ser filhos, herança do Senhor.