Todo jejum serve?

Uma vida de oração e de jejum faz toda a diferença na trajetória do cristão. Entretanto, existem algumas controvérsias no meio evangélico quanto a essa prática. Vamos então esclarecer o que é jejum.

Jejuar é abster-se total ou parcialmente de água/líquidos e alimentos por um período de tempo, seja por algum motivo espiritual ou por prescrição médica. É, acima de tudo, um sinal de humildade e tristeza pelo pecado, mas também uma disciplina interior que ajuda a limpar a mente e a manter o espírito em alerta.

Antes de começar a jejuar, você precisa definir o objetivo e saber o tempo de duração e o tipo de jejum a ser feito. Pode ser um período de abstinência só de alimentos sólidos, sem incluir líquidos, ou dos dois juntos. Tenha, então, cautela ao definir o tipo de jejum, pois pode trazer sérios prejuízos à saúde. Nesse caso, quem tem problemas deve consultar primeiramente o médico e optar por um período curto de abstinência.

Este ato deve ser feito voluntariamente, após a orientação de Deus, e somente tem validade se unido à oração, ao arrependimento e a uma autorreflexão. É fundamental ter um bom motivo para jejuar, porque sem razões dificilmente haverá um resultado. Não faça, portanto, jejum para fazer barganha com Deus nem para impressionar os seus irmãos. O jejum deve ser apenas um propósito entre você e Deus, e ninguém deve tomar conhecimento (Mateus 6.18).

Outro ponto importante é atentar que, se não houver arrependimento e plena comunhão com Deus, nenhum jejum é eficiente. Jejuar é buscar a Deus. Então, isso não deve ser feito apressadamente. Precisa haver períodos de oração, adoração e leitura da Palavra.

Após iniciar o jejum, cumpra com tudo o que se propôs, pois só assim ele será válido. Ao encerrá-lo, faça uma oração de agradecimento a Deus. Pela fé, creia que Deus respondeu às suas orações, e os seus pedidos serão atendidos no devido tempo, assim como aconteceu com Daniel.

Esse profeta recebeu uma linda resposta divina após buscar em oração e jejum suplicando uma revelação ao Senhor. Daniel travou uma tremenda batalha espiritual com jejum e oração durante 21 dias (Daniel 9.20,21), porque Satanás se interpôs no caminho do anjo para impedir a resposta de Deus a Daniel. Mas o Senhor agiu poderosamente, dissipando a força do mal e abençoando seu servo.

Miguel, o príncipe dos exércitos celestiais, abriu caminho para o anjo passar e ir até onde Daniel estava. Quando o anjo se apresentou a Daniel, comunicou-lhe a resposta do Altíssimo e explicou o porquê da demora de 21 dias.

Se você tem atravessado momentos de lutas e dificuldades em sua vida e ainda não recebeu a resposta de Deus, lembre-se desse episódio narrado em Daniel 10, faça um jejum e ore um pouco mais, até o Senhor lhe responder.

SUGESTÕES DE LEITURA:

Levítico 23.26,29; 2 Samuel 3.35; 1 Reis 21.4; Esdras 8.21; Ester 4.15,16;

Daniel 10.2,3; Mateus 6.18; 21.22; Salmo 51.16,17; 1 Coríntios 10.31.

Fonte: http://www.verdadegospel.com/

Comentários

  1. Se eu preciso cozinhar e tenho q provar o alimento não enjerindo claro é válido?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

FRASES DO TWITTER DO APÓSTOLO RENÊ TERRA NOVA

AMIZADE VERDADEIRA - I SAMUEL 18:1-5