Ricos em Deus

pão
Numa certa ocasião, Jesus foi abordado por alguém que Lhe pediu ajuda quanto aos seus bens: “Disse-lhe alguém dentre a multidão: Mestre, dize a meu irmão que reparta comigo a herança. Mas ele respondeu: Homem, quem me constituiu a mim por juiz ou repartidor entre vós? E disse ao povo: Acautelai-vos de toda espécie de cobiça; porque a vida do homem não consiste na abundância de bens que ele possui” (Lucas 12.13- 15). Embora a resposta de Jesus possa parecer grosseira, ela revela o aborrecimento que Lhe causamos com a nossa ganância.

Esse homem teve uma chance de falar com Jesus e a desperdiçou. A partir de então, o Mestre começou a ensinar que a busca do que é material jamais levará o homem à realização. Viver para enriquecer é insensatez, pois a vida do homem consiste em ser rico não materialmente, mas rico para com Deus. “Propôs-lhes então uma parábola, dizendo: O campo de um homem rico produzira com abundância; e ele arrazoava consigo, dizendo: Que farei? Pois não tenho onde recolher os meus frutos. Disse então: ‘Farei isto: derribarei os meus celeiros e edificarei outros maiores, e ali recolherei todos os meus cereais e os meus bens; e direi à minha alma: Alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe, regala-te’. Mas Deus lhe disse: Insensato, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será?” (Lucas 12.16-20).
Depois de declarar aquilo em que não consiste a vida do homem, o Senhor Jesus falou sobre aquilo em que ela realmente consiste: “Assim é aquele que para si ajunta tesouros e não é rico para com Deus” (Lucas 12.21). Ser rico para com Deus. Este deve ser o alvo de cada um de nós. Não podemos permitir que a cobiça e o materialismo roubem isto de nós.
Não estamos falando contra o fato de sermos materialmente ricos, e sim contra a ganância. Enriquecer materialmente não é errado, desde que o coração não se prenda a isso (Salmos 62.10). Contudo, deve haver em nós um anseio de enriquecermos espiritualmente, em Deus. E o anseio por tal riqueza espiritual deve ser maior do que o anseio pelas riquezas terrenas.
Quando o Senhor Jesus falou com as igrejas da Ásia por meio do apóstolo João, Ele chamou uma igreja “pobre” de “rica” (Apocalipse 2.9), pois ela era espiritualmente rica, e chamou uma igreja “rica” de “pobre” (Apocalipse 3.17), pois, nas coisas de Deus, ela era miserável. A riqueza espiritual tem que vir antes.
Se o Senhor permitir que você tenha a riqueza espiritual e ainda a riqueza material, amém. Mas se você tiver que escolher entre uma e outra, não vacile. Prefira ser rico para com Deus, pois esta é a única e verdadeira riqueza.

Fotos: Internet
Luciano Subirá
Fonte: Lagoinha.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AMIZADE VERDADEIRA - I SAMUEL 18:1-5

FRASES DO TWITTER DO APÓSTOLO RENÊ TERRA NOVA