A IGREJA E A POLÍTICA

"E Jesus, havendo feito a paz pelo seu sangue, por meio dele, reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, quer sobre a terra, quer nos céus" - Col. 1:20

A obra de Cristo na cruz foi de repercussão cósmica. Jesus não veio apenas trazer a salvação para a humanidade; Ele veio "reconciliar com Deus todas as coisas". Quando o pecado entrou no mundo houve um distúrbio completo: um desacerto familiar; a natureza foi amaldiçoada; a comunhão com Deus foi feita e uma sentença de morte foi estabelecida. Na cruz do calvário a obra de reconciliação foi plenamente realizada.

É a igreja que continua na terra a obra que Jesus começou, e à igreja foi dado poder para fazer e desfazer; mandar e desmandar; ligar e desligar. Só a igreja, funcionando como sal da terra, poderá impedir o apodrecimento do mundo. Uma igreja ociosa, enclausurada no seu legalismo e ignorância, jamais cumprirá o propósito de Deus de sarar a terra. Cabe à igreja, imiscuída nas áreas da atuação humana: mídia, educação, governo, economia, entretenimento, religião e família, a tarefa de produzir mudanças e transformação. Por centenas de anos a igreja do Senhor omitiu-se e as áreas aludidas caíram nas mãos de satanás. Tenho um filho político, Simeyzon Silveira, que sempre diz: Tudo aquilo que a igreja abandona, o diabo adota. Isso é uma verdade inquestionável.
Não é a política que corrompe as pessoas, mas é a omissão da igreja e o voto errado (comprado) que coloca os bandidos na política, maculando-a.
Mas, graças a Deus, a igreja brasileira está acordando. Hoje a igreja, com raríssimas exceções, está plenamente convicta de que só o governo do justo poderá fazer diferença em nossa nação. Este é um momento de conscientização do povo de Deus. A chance de mudar é agora. Deus espera uma atitude sábia e correta dos seus filhos. Incrédulos e satanistas no governo? Nunca mais!

Apóstolo Sinomar Silveira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FRASES DO TWITTER DO APÓSTOLO RENÊ TERRA NOVA

AMIZADE VERDADEIRA - I SAMUEL 18:1-5