Vigiai

“Olhai, vigiai e orai; porque não sabeis quando chegará o tempo” (Marcos 13.33)
Os botões da orquídea estavam quase se abrindo e revelando seus tons de amarelo sobre o branco. Esperei aproximadamente um ano para ver sua beleza, então ficava vigiando o tronco do pé de manga onde ela e várias outras orquídeas estão. A emoção de ver o processo do desenvolvimento de uma flor é maravilhoso! Um dia observei que algumas folhas estavam faltando pedaços, como se um bichinho tivesse comido suas bordas. Olhei, me entristeci e pensei que era apenas um detalhe e não pioraria. Larguei pra lá, não dei a importância que deveria. No dia seguinte toda a orquídea estava destruída, inclusive os botões. Lamentei profundamente por não poder ver aquela linda flor desabrochando após tanto tempo de espera. Mas o que me deixou mais triste era o fato de eu não ter feito nada quando ainda dava tempo.

Tempo é o que quase não temos. Os tons da vinda de Jesus estão prontos a se revelarem como uma flor que se abre de repente. Os sinais são tão evidentes, claros e audíveis que negá-los é negar as notícias do cotidiano. As trombetas soam na África, gemidos no Oriente, clamor aos quatro quantos da Terra: fome, peste, guerras, luas de sangue, sinais no céu… E o evangelho sendo pregado por toda terra por meio do avanço dos meios de comunicação. Jesus está voltando! Aleluia!
Mas como vai o vigor da nossa esperança? Será que tem um bichinho comendo a nossa energia, nosso ânimo. Destruindo a beleza da igreja, roubando seu perfume, distorcendo o conceito de santidade? Intrigas, desavenças, competição. Muitas têm sido as distrações, e como fiquei sem ver a flor daquela orquídea podemos ficar sem o que tanto aguardamos, e em vez de aleluia o clamor será: misericórdia!
Um ano se passou e aquela orquídea brotou novamente. A alegria de uma nova chance! Lembrei-me do mal causado por um bichinho no ano que passou, então peguei óleo, passei ao redor de toda árvore impedindo o acesso daquele mal à planta. Agi a tempo e no tempo certo fui agraciada com a beleza da orquídea.
Ainda temos tempo para aplicar a unção do Espírito Santo sobre as nossas atitudes e a nossa maneira de ler as prioridades. Ainda temos tempo para rever conceitos e aprender, ainda que pouquíssimo tempo.
“E as coisas que vos digo, digo-as a todos: Vigiai” (Marcos 13.37).

Por Nilma Gracia Araujo
Fonte: Lagoinha.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AMIZADE VERDADEIRA - I SAMUEL 18:1-5

FRASES DO TWITTER DO APÓSTOLO RENÊ TERRA NOVA