O erro de uma criança é a melhor lição

Nosso mundo é uma grande sala de aula. As crianças têm um número impressionante de oportunidades para explorar, aprender e crescer. Temos literatura em nossas casas, matemática nas lojas, e ciências nas árvores. A coisa mais importante que essa sala de aula oferece é a experiência do mundo real, com lições sociais e emocionais que ocorrem diariamente. Uma das melhores maneiras pelas quais nossos filhos aprendem na sala de aula é cometendo erros.

Crianças estão sempre aprendendo. Elas estão programadas para fazer isso. Nesse processo de aprendizagem, as crianças terão que descobrir (com alguma orientação) o que é certo e o que é errado. Nós sabemos que a melhor forma de fazer isso é cometendo erros.

Jim Fay abordou os erros em seu livro sobre criação dos filhos, “Amor e Lógica”. Ele deixa claro que erros são inevitáveis e, provavelmente, irão acontecer diariamente, ajudando nossos filhos a aprender e crescer ao longo do caminho. É importante lembrar que, conforme nossos filhos estão cometendo erros e aprendendo, é preciso apoiá-los, amá-los e ajudá-los.

Ame-os apesar dos erros

A forma como alguns pais amam é relativamente condicional. Vemos alguns pais amando e elogiando seus filhos quando eles fazem algo certo, mas quando seus filhos cometem um erro, esse amor parece desaparecer.

Se uma criança observa seus pais amando-a apenas quando ela faz algo certo, então ela nunca vai criar coragem para tomar decisões. Ela irá sempre tentar adivinhar se suas decisões vão agradar o pai e a mãe. Nós sabemos que não há problema em cometer erros. Mas os nossos filhos também precisam saber disso. Eles não vão aprender isso se nosso amor termina quando os erros acontecem.

No livro de Alfie Kohn, “Unconditional Parenting”, ele fala sobre como amar nossos filhos durante seus erros pode ser uma das melhores coisas que faremos. Nosso amor por eles precisa ser incondicional. Se nós os amarmos incondicionalmente, eles terão a coragem necessária para cometer erros, corrigi-los e aprender com seus erros. Durante todo o tempo, sabendo que vamos amá-los, não importa o que aconteça. Nosso amor por eles é um dos maiores apoios de que necessitam conforme eles passam através do processo de aprendizagem de cometer e corrigir erros.

Ajude as crianças a corrigir seus erros

Vamos supor que seu filho chega em casa da escola de muito mau humor. Ele está batendo portas, proferindo frases concisas, e ao mesmo tempo demonstra uma tranquilidade e silêncio que você nunca viu antes. Você instantaneamente começa a pensar em coisas que poderiam ter acontecido. Ao mesmo tempo, você começa a pensar em maneiras de ajudar seu filho a se sentir feliz novamente. Depois de mais ou menos uma hora, seu filho finalmente vem falar qual é o problema. “Eu recebi uma advertência hoje,” ele fala com o rosto triste. Você pergunta o que aconteceu. “Meu professor me pegou colando na prova de história”, ele responde, sufocando um soluço.

Você entende que ele provavelmente teve um dia difícil e empatia começa a infiltrar-se em seu coração. Nosso primeiro instinto pode ser ficar bravos com seu comportamento, ou tentar pensar em como resolver este problema para ele. A solução é: nenhuma das duas coisas.

Nós queremos ajudá-lo a resolver este problema e aprender com este erro, mas precisamos nos lembrar que somos apenas seus ajudantes no processo. No livro de John Gottman “Como criar um criança emocionalmente inteligente”, ele diz, “Trabalhe com seu filho para encontrar opções e solucionar o problema. As ideias dos pais podem ser uma bênção, especialmente para crianças mais novas, que muitas vezes têm dificuldade em gerar soluções alternativas. É importante não assumir o controle, no entanto, se você realmente quiser que seu filho encontre um resultado, você deve incentivá-lo a gerar suas próprias ideias.”

Conforme nossos filhos cometem erros, temos que tomar cuidado para não assumirmos o controle. Em vez disso, precisamos ajudá-los a chegar a uma solução por si mesmos. Como afirmou Gottman, as crianças mais novas podem precisar de um pouco mais de ajuda, mas ainda é preciso deixá-las resolver os problemas por si próprios para que elas possam realmente ter todo o crédito pela correção de seu erro. Após os filhos pensarem em suas próprias soluções, eles irão se sentir mais confiantes em suas habilidades e irão entender melhor porque seu comportamento estava errado em primeiro lugar.

Lembre-se, todos cometemos erros. Todos precisamos aprender com eles. No entanto, nossos filhos têm uma necessidade única e importante de aprender com seus erros. Eles são mais novos no mundo, e estão aprendendo seu papel nele. Contanto que estejamos aqui para amá-los e apoiá-los incondicionalmente, eles irão aprender como superar seus erros e tornarem-se pessoas melhores através deles.

Traduzido e adaptado por Sarah Pierina do original A child's mistake is the best lesson.

Fonte: http://familia.com.br/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AMIZADE VERDADEIRA - I SAMUEL 18:1-5

FRASES DO TWITTER DO APÓSTOLO RENÊ TERRA NOVA