Os sinais da vinda de Jesus

terremoto
“No monte das Oliveiras, achava-se Jesus assentado, quando se aproximaram dele os discípulos, em particular, e lhe pediram: Dize-nos quando sucederão estas coisas e que sinal haverá da tua vinda e da consumação do século” (Mt 24.3)
Estamos vivendo um tempo muito especial na terra em que o desenrolar das cenas que se projetam diante dos nossos olhos, de maneira muito clara, anunciam a vinda de Jesus. Muitos podem dizer que tudo isso já foi visto no passado: guerras, rumores de guerras, fome, pestes, terremotos. Muitos podem exclamar, como Pedro nos adverte em sua carta ao povo de Deus: “[...] nos últimos dias, virão escarnecedores com os seus escárnios, andando segundo as próprias paixões e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? Porque, desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação” (2Pe 23.2-3). Entretanto, há sinais que se avolumam de forma global e inegável, trazendo trevas em seu percurso e cobrindo as nações da terra.

Um exemplo é a sociedade de Sodoma e Gomorra sendo estabelecida de canto a canto no mundo. As leis estão sendo mudadas, os costumes herdados da Bíblia, por influência do Cristianismo nas nações, vão sendo substituídos por coisas abomináveis aos olhos de Deus e tornando-se “normais” aos olhos da sociedade. A destruição da família tradicional, pai, mãe e filhos, vai se tornando aceitável e trazendo consequências de morte. A perseguição declarada aos cristãos, não só no mundo islâmico, que tem os discípulos de Cristo como “infiéis e dignos de morte”, mas também acontecendo em nações que eram cristãs e não querem mais saber dos princípios morais que regeram suas constituições.
Desde 2010, a Suécia – país que teve importante papel na evangelização da América Latina, com quase totalidade da população cristã, com belíssimos exemplos de homens e mulheres consagrados ao Senhor implantou as leis da ideologia de gêneros e da palmada. Criaram uma palavra neutra para as pessoas, nem “ele” ou “ela”, mas “hen”, por afirmar que não se nasce com o sexo definido, mas pode-se escolher com o passar dos anos o que você pretende ser: homem, mulher ou outra definição de sexualidade. Tudo isso é condenado pelo Senhor nas leis dadas ao seu povo.
Os preceitos do Senhor são para o nosso bem-estar, para vivermos em harmonia e segurança, gozando de paz interior, paz com Deus e paz com o próximo. Tudo o que Deus faz é perfeito e, se andamos em seus caminhos, encontramos a salvação e o sentido da vida, aleluia. É só experimentar e se poderá atestar sua veracidade.
Nas guerras que presenciamos, com avanço das forças do mal, em bárbaras práticas de maldade e selvageria, podemos ver o ódio do Maligno atuando nos corações e por meio das mãos de grupos que infundem terror e querem dominar o mundo.
Olhamos para as nações e para a realidade da sociedade à nossa volta e nos perguntamos: o que será dessa geração que está nascendo agora? O que esperar dessas e para essas crianças que, antes de completarem um ano de idade, já sabem tocar nos celulares e tabletes com seus dedinhos e buscarem prazer e entretenimento virtual? O que está sendo construído nas mentes desses pequeninos que nem mesmo têm os pais ao seu lado para conduzi-los ao caminho certo e a Deus? Até onde os “dedinhos” dessas crianças os conduzirão? Que tipo de sociedade está sendo construída com a decadência da moral e a elevação do egoísmo, do prazer pessoal, da maldade, da violência, das banalidades ocupando as mentes e os corações das pessoas? Que futuro se pode antever para esta geração?
Tudo o que ocorre em nossos dias foi predito pelo Senhor nas Escrituras. A sociedade decadente descrita por Paulo em 2Tm 3.1-5 é o quadro real dos nossos dias, sem nada precisar acrescentar. E olhando para Israel vemos que os últimos detalhes dessa pintura do cenário do fim estão sendo dados em Jerusalém. Estão chamando as crianças e os jovens judeus, de hoje, de “a geração do templo”, pois tudo já está pronto para que seja erguido o terceiro templo em Jerusalém.
Um líder islâmico juntamente com líderes judeus- -ortodoxos proclama a paz na reconstrução do templo em Jerusalém. E reuniões do presidente Obama com o papa Francisco admitem a possibilidade da internacionalização de Jerusalém para que seja reconstruído o seu templo, onde o Anticristo se assentará.
Não está longe de ser levantado o terceiro templo, e isso nos traz o claro entendimento de que o fim se aproxima velozmente. Tudo caminha dentro da revelação das Escrituras e o que precisamos fazer é: vigiar e orar. Estar preparado para o grande Dia. O dia do arrebatamento da Igreja.
Como você tem vivido? O que tem feito para esperar e apressar a vinda de Jesus? Você está preparado?

Fotos: Internet
Pra. Ângela Valadão Cintra
Fonte: Lagoinha.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AMIZADE VERDADEIRA - I SAMUEL 18:1-5

FRASES DO TWITTER DO APÓSTOLO RENÊ TERRA NOVA