Nossas palavras

discussão
“… pois a boca fala do que está cheio o coração” (Mateus 12.34).
Muitas vezes nos envolvemos em situações com as quais não gostaríamos de nos deparar. As discussões de modo geral podem sim nos fazer pecar com os nossos lábios, assim como nos advertiu o Senhor. E é por esse motivo que fazemos a seguinte pergunta: Com o que temos preenchido o nosso coração? Estamos prontos para mostrarmos, por meio de nossas palavras, o que está dentro de nós?
Se não nos revestirmos diariamente com a palavra de Deus pela leitura, da participação em estudos bíblicos, dos cultos de adoração e oração, será difícil ficarmos cheios da presença do Senhor, e por meio dela alimentarmos a nossa alma e o nosso coração.

Quando investimos nosso tempo em coisas supérfluas, que não nos trazem nenhum crescimento espiritual, ficaremos firmes e inabaláveis nos dias maus? Como saberemos responder às ofensas sem ofender? As provocações sem revidar? Não será fácil e certamente seremos reprovados. E era sobre isso que o Senhor nos alertou.
É fácil percebermos como anda a nossa comunhão com o Pai. É só observarmos como anda o nosso modo de agir e reagir; a nossa paciência para saber ouvir e disposição para servir; o nosso amar e perdoar e finalmente o nosso falar, porque certamente dele, mostraremos do que temos nos enchido, com o que temos nos alimentado.
Servir ao Senhor significa renúncia, a “morte do eu”, do velho homem, para o renascimento e a vida plena em Cristo. E por esse motivo necessitamos pensar mais nas coisas celestiais e buscá-las, pois, do contrário, que testemunho daremos? Seremos como espelhos defeituosos, que refletem imagens distorcidas, e não foi para isso que o Senhor nos chamou.
Será que alguém dará crédito às palavras de um crente amargurado, resmungão, respondão e fofoqueiro? Certamente não! Deus espera que em nós haja disposição para mudar. Não somos perfeitos e Ele bem o sabe. Porém, ao coração quebrantado, que reconhece os próprios erros, o Senhor se afeiçoa e estende a mão e renova, pois Ele quer nos aprovar.
Revistamo-nos, pois do Senhor Jesus para que dos nossos lábios possam brotar palavras de vida, cheias da graça e da unção do Pai.

Fotos: Internet
Por Ana Lúcia Lemos
Fonte: Lagoinha.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AMIZADE VERDADEIRA - I SAMUEL 18:1-5

FRASES DO TWITTER DO APÓSTOLO RENÊ TERRA NOVA