Como ajudar seu filho a lidar com a frustração

Conheça uma série de estratégias para ensinar seus filhos a controlar seu temperamento quando as coisas não saem como eles esperam.
A frustração, o mau-humor, o cansaço e a intolerância fazem as crianças reagir de forma inadequada às situações adversas e, muitas vezes, são o ponto de partida para um acesso de raiva difícil de controlar. Em meio a choros e gritos, é difícil para os pais ? e também a criança ? reverter a situação. 
Os pais devem fundamentar suas ações para que a criança aprenda a superar os conflitos com sucesso. Conheça abaixo algumas estratégias para ensinar seu filho a lidar com a frustração e manter o equilíbrio emocional.

1. Ensine a criança a se acalmar
Seu filho precisa aprender a se distanciar por alguns minutos da situação desagradável para refletir sobre o que aconteceu e se acalmar. Se ele estiver tenso e nervoso, não conseguirá resolver nada e pode ficar ainda mais aborrecido.

Em uma situação frustrante, sugira que a criança faça uma pausa para tomar um pouco de ar e refletir sem ninguém por perto. Só assim poderá enfrentar o problema de forma eficaz e racional.

2. Converse depois que a poeira baixar
Nunca tente argumentar com a criança durante um acesso de raiva. Além de agravar o conflito, você também pode perder o controle. Espere ela se acalmar e só então tente conversar sobre o que aconteceu.

Não se concentre apenas em apontar seus erros e muito menos manifestar seu desagrado. Pelo contrário, aproveite esse momento para oferecer alternativas para o problema e explicar porque essa não é uma reação adequada. Mostre que é possível reagir de outro modo e conversem com outros membros da família sobre soluções construtivas.

3. Rir é o melhor remédio
Ensine pelo exemplo: ria quando cometer um erro ou enfrentar contratempos. Se você demonstrar raiva e irritação sempre que derramar o café, chegar atrasado a um compromisso ou esquecer algum produto no supermercado, seu filho reagirá da mesma forma às dificuldades.

O sorriso alivia a tensão e melhora a disposição diante de uma situação frustrante. Mostre à criança que manter o bom humor é uma grande saída para os momentos difíceis.

4. Não adianta brigar
Solucionar um situação tensa deve trazer harmonia para o lar, e não mais raiva e descontrole. Se você reagir mal quando precisar impor limites, seu filho sentirá medo e se fechará, impossibilitando um diálogo genuíno e reflexivo. 

A raiva cria uma distância entre pais e filhos e compromete os laços familiares. A criança precisa de alguém que a apoie adequadamente e a escute quando suas emoções transbordarem. Só assim aprenderá a lidar com as frustrações corretamente.

5. Honestidade nos sentimentos
É claro que você também pode se aborrecer e expressar seus sentimentos. Esconder a decepção também não é saudável, já que ocasionalmente você reagirá mal a uma situação frustrante.

Manter um bom relacionamento com seu filho não significa que você não pode se irritar diante de um contratempo. Pelo contrário: se os pais forem honestos sobre seus sentimentos e explicarem à criança o motivo de sua reação, ela verá que não é a única que se sente assim ? e que tudo passa, inclusive os maus momentos.

Fonte: http://discoverykidsbrasil.uol.com.br/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AMIZADE VERDADEIRA - I SAMUEL 18:1-5

FRASES DO TWITTER DO APÓSTOLO RENÊ TERRA NOVA