Deus caminha conosco

“Vinde, e tornemos para o Senhor [...]” Oseias 6.1
Você já observou o quanto é amado por Deus?  Suponho que tenha respondido: “Claro que sim, pois sou cristão(ã)!” De fato, somos todos cristãos. Muitas vezes, porém, sem que percebamos abrimos mão da companhia diária do Senhor. Ao despertar pela manhã, qual tem sido a nossa primeira atitude? Reclamamos porque acordamos cedo, saímos correndo para as nossas tarefas diárias, ou agradecemos a Deus por estarmos vivos, por caminhar conosco durante todo o dia?

E no meio do nosso dia? Resolvemos coisas daqui, resolvemos coisas de lá e muitas vezes nem nos lembramos de perguntar: “Papai, o Senhor aprova isso?”  O rei Davi dizia: “Senhor, devo fazer isso? Sigo por esse caminho ou não?” Ele estava sempre a consultar o Senhor, pois sabia que o Senhor caminhava com ele… era um homem segundo o coração de Deus.
 E Jesus? Sempre será o nosso perfeito exemplo. Em Lc 6.12 a 16 vemos que Jesus passou a noite inteira orando a Deus antes de anunciar quem seriam seus discípulos. Jesus agia dessa maneira para nos dar o exemplo perfeito de dependência da vontade do Pai, dos conselhos do Pai, do amor ao Pai! “[...] Pai, se queres, passa de mim este cálice; contudo, não se faça a minha vontade, e sim a tua.” (Lc 22.42). E o que Ele ouvia do Pai? “[...] Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo [...]” (Mt 17.5). Será esse o sentimento de satisfação que o Senhor também nutre por nós?
 Sim, Deus se compraz naqueles filhos que O reconhecem em seus caminhos! Que buscam Seus conselhos antes dos conselhos dos irmãos e amigos. Que O louvam em toda e qualquer circunstância, porque sabem que Ele não irá falhar, pois se faz presente em suas vidas, suprindo todas as necessidades, Deus é sempre fiel.
 Jesus disse: “[...] E eis que estou convosco todos os dias até a consumação do século”.  Precisamos crer! Crer que Ele caminha conosco e que é o nosso Pastor e que nada, absolutamente nada, nos faltará. Deus nos ama e quer nos aconchegar em Seus braços. Não existe amor como o Dele, perdoador, consolador, resgatador.
 Por isso proclamo como o profeta Oseias um dia bradou: “Vinde, e tornemos para o Senhor [...]” E por quê? Porque Ele nos ama e deseja ao nosso lado para sempre caminhar.

Por Ana Lúcia Lemos.
Fonte: lagoinha.com

Comentários

Postagens mais visitadas