O mapa da felicidade

A felicidade existe e ela está ao nosso alcance. Ela não é apenas um destino aonde se vai, mas uma maneira como se caminha. A felicidade não está num lugar específico, mas numa atitude definida. Jesus falou sobre a felicidade nas bem-aventuranças (Mt 5.1-12). A palavra grega Macarios (bem-aventurado), significa feliz, muito feliz. Trata-se da felicidade plena, independente das circunstâncias. O problema do homem não é a busca da felicidade, mas contentar-se com uma felicidade limitada demais, terrena demais. Deus nos criou e nos salvou para a maior das felicidades. A felicidade verdadeira não está nas coisas, mas em Deus. É na presença de Deus que existe plenitude de alegria. O propósito principal da nossa vida é conhecer a Deus e fruir da sua intimidade. Aí reside a verdadeira felicidade! Nas bem-aventuranças Jesus nos fala sobre um correto relacionamento com Deus, com nós mesmos e com o próximo. Somos felizes quando nossas relações estão harmonizadas. Destacaremos esses três níveis de relacionamentos.

Em primeiro lugar, a felicidade consiste numa correta relação com Deus. As duas primeiras bem aventuranças falam de uma correta maneira de nos aproximarmos de Deus. Feliz é o humilde de espírito e feliz é o que chora. Esses conceitos estão na contramão dos valores do mundo, que dá importância à arrogância e ao alto conceito d e si mesmo. A palavra “humilde” na língua grega é ptokós, que significa pobre, carente, desprovido completamente dos bens mais necessários. Trata-se do mendigo que nada tem para exigir ou reivindicar. Feliz é o homem que se aproxima de Deus sabendo de sua total falência espiritual e desta maneira agarra-se à graça de Deus. A palavra usada para “choro” é a mais forte do vocabulário grego. Era usada para descrever o choro pela perda de um ente-querido. Trata-se de um choro profundo, doloroso e amargo. Feliz é aquele que chora pelos seus pecados e sente tristeza diante de Deus pelas mazelas do seu coração. Aqueles que se aproximam de Deus, conscientes de sua total necessidade e lamentando pelos seus pecados são muito felizes. São felizes porque recebem consolo e também a herança do reino dos céus.

Em segundo lugar, a felicidade consiste numa correta relação com nós mesmos. Jesus disse que os mansos e os puros de coração são bem-aventurados. Uma pessoa mansa tem controle de si mesma. A palavra grega praus, era usada para um animal
domesticado. Ele tem força, mas usa essa força para o bem e não para o mal. Uma pessoa que não tem domínio próprio arruína a sua própria vida e a vida dos outros. Uma pessoa feliz, igualmente, cuida da fonte de sua própria alma; vela pela pureza do seu coração. A felicidade não está nas iguarias do mundo. Aí pode existir muita aventura, mas nenhuma felicidade verdadeira. O filho pródigo pensou que o mundo com seu brilho e glamour era o palco da verdadeira felicidade, mas as luzes do mundo são falsas e o prazer do pecado passageiro. Não são os truculentos que herdarão a terra, mas os mansos. Não são aqueles que se abastecem dos banquetes do mundo que fruirão a verdadeira felicidade, mas os puros de coração, pois somente estes verão a Deus.

Em terceiro lugar, a felicidade consiste numa correta relação com o próximo. Jesus aborda as três últimas bem-aventuranças falando da nossa relação com o próximo. Felizes são os misericordiosos, os pacificadores e os perseguidos por causa da justiça. A felicidade não está em explorar o próximo, mas em servi-lo. A felicidade não está em destruir o próximo ou cavar abismos para separar as pessoas, mas em construir pontes de reconciliação entre elas. A felicidade não está em sofrer ou fazer alguém sofrer pela prática da injustiça, mas praticar a justiça e estar disposto a ser perseguido por essa causa. Os misericordiosos alcançarão misericórdia, os pacificadores serão chamados filhos de Deus e os perseguidos por causa da justiça receberão a herança do reino. Haveria razões mais eloqüentes para sermos felizes? É preciso, à luz do exposto, perguntar: Você é uma pessoa feliz? Você pode colocar a sua fotografia na moldura das bem-aventuranças?

Rev. Hernandes Dias Lopes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FRASES DO TWITTER DO APÓSTOLO RENÊ TERRA NOVA

AMIZADE VERDADEIRA - I SAMUEL 18:1-5