Fecha a porta sobre sua família

2Rs 4.1-7 narra a crise financeira, emocional e alimentícia de uma dona de casa. Ela já não tinha mais o que comer, e o agiota veio buscar seus dois filhos como pagamento da dívida deixada pelo falecido marido. Do ponto de vista humano, o problema não tinha solução, mas ela foi buscar a ajuda de Deus.


A mulher fez saber ao profeta Eliseu que só tinha em casa uma botija de azeite e nada mais. 
O profeta deu-lhe uma missão muito difícil. “Vai pede emprestadas vasilhas vazias aos vizinhos, não poucas e fecha a porta sobre seus filhos e passa o azeite para as vasilhas vazias [...]”. 

Não foi uma tarefa fácil. Aquela mãe precisou exercitar a fé, a obediência e talvez até expor aos vizinhos mais curiosos sua fragilidade financeira, pois alguns devem ter perguntado “para que vasilha vazia?” imagino. De qualquer forma, a situação era humilhante para ela e curiosa para os vizinhos.

De posse das vasilhas vazias, ela foi para sua casa e fez o recomendado pelo profeta. Fechou a porta com os filhos em casa. Isso deve nos oferecer algumas lições.

A família, em muitas ocasiões precisa de privacidade. Com as portas fechadas, os vizinhos não poderiam espionar com incredulidade o transpor do azeite para as novas vasilhas. A descrença, a chacota e a inveja prejudicam o bom andamento das questões espirituais. Vou pedir licença para contar uma experiência. Certa vez, eu estava comprando um terreno e contei para um “amigo” e ele saiu de fininho e disse ao dono da terra que eu não tinha mais interesse no negócio e fez a compra. Eu confesso que não fechei a porta. Os de fora nem sempre se interessam pelo nosso bem. 

A família que busca ajuda de Deus é recompensada com suas bênçãos. Na obediência à palavra do profeta, essa mãe começa a executar a tarefa de encher as vasilhas disponíveis. A mãe e os filhos presenciaram o milagre. Agora ela tem o capital dentro de casa. Vai da miséria à fartura dentro de instantes. Deus faz grandes coisas quando se busca sua ajuda com obediência e fé. 

A família abençoada busca a ajuda de Deus para aplicar os recursos corretamente. A mulher, após o milagre das vasilhas cheias de azeite, foi ao profeta para saber o que fazer; e a orientação foi vender o produto, pagar a conta e viver com a sobra. A moeda de pagamento da conta deixou de ser os filhos e passou a ser o produto do milagre. Pedir orientação a Deus para aplicar os recursos que ele nos dá é sabedoria.

Quem é o agiota que tem atormentado tantas famílias de nossa época eu não sei, mas, se há um afligindo sua vida, planeje se livrar dele e busque ajuda de Deus. 

Que tal fechar a porta com a família? Contar as bênçãos que Deus concede, ler a Bíblia, orar, orientar contra os malefícios de certos vícios, bebidas, drogas e tantas outras inconveniências. A família merece tempo com portas fechadas para receber bênçãos divinas.
ULTIMATO

Comentários

Postagens mais visitadas