terça-feira, 9 de abril de 2013

LAÇOS DE ALMA

Texto base: João 8:36
Príncipes e princesas do Senhor, recebam com alegria essa mensagem de encorajamento que eu recebi da Dra Robin Harfouche.  Espero que você desfrute dessa poderosa mensagem que muito tem me abençoado! (Vamos tratar desse tema nesse mês de abril).

Porque nós estamos lidando com laços da alma, bruxaria espiritual e coisas do tipo. Portanto, vamos amarrar algumas coisas antes de prosseguirmos com nosso estudo. Repitam comigo: “Eu amarro agora, todo espírito de fadiga e cansaço, em o nome de Jesus. Se o Espírito de Jesus Cristo habita em mim, Ele irá despertar meu corpo. Mente, desperte. Corpo, despertai. Entendimento, desperte. Ouvidos, sejam abertos agora. Olhos, vejam, em o nome de Jesus.”  Aleluia.
Há algumas noites atrás, durante meu sonho, muitos desta congregação vieram a mim e me fizeram muitas perguntas. Em meu sonho, vocês vinham a mim fazer perguntas às quais eu estou sendo desafiada a responder aqui nesta noite. Portanto, eu creio que, pelo Espírito Santo, vocês foram enviados a mim em sonho para me fazer tais perguntas e, eu creio que, pelo Espírito Santo eu lhes darei as respostas. E eu creio que será muito bom.

Pelo fato de o homem ter sido criado à imagem e semelhança de Deus, a maior conquista do diabo é enganar o homem e fazer com que o homem adore a ele e não a Deus. E, então, esta seria a maior conquista do diabo – fazer com que você o adore, ao invés de adorar a Deus. E, portanto, tudo que seja um ídolo perante Deus, tudo o que seja um ídolo em nossa vida deve ser lançado fora. O nome de Jesus deve ser exaltado sobre esse ídolo. E, muitas vezes, porque nós chegamos a um nível que é natural e por andarmos pelo que vemos e por sermos ensinados a andarmos pelo que ouvimos e pelo que sentimos – somos ensinados assim, somos ensinados a andar segundo as emoções que há dentro de nós, não somos ensinados a andar segundo nossa fé e segundo o que o Espírito de Deus nos mostra – e, então, muitos de nós somos criados e ensinados a agirmos no âmbito do natural e não do espiritual. E, por causa disso, há coisas que trazemos para dentro de nossa caminhada cristã e que, na verdade, deveriam ser deixadas do lado de fora. É claro que queremos deixar estas coisas de fora de nossa vida cristã. É essa nossa meta. É essa nossa intenção. Eu creio que não existe um ser humano sequer que não queira ver fechadas portas que foram abertas por causa de pecados passados ou por causa de envolvimentos passados. Todos aqui queremos essas portas fechadas e queremos que tais coisas fiquem do lado de fora, sem nos influenciar. Amém?! E, então, hoje, iremos aprender como essas portas são abertas. E, portanto, eu espero que muitos estejam aqui hoje com seus olhos abertos para as áreas que o Senhor pode nos mostrar, para que as portas que estão abertas nessas áreas sejam fechadas. E sabem por quê? Porque eu descobri que toda vez que algo é manifesto em minha visão, quer dizer que estou liberta desta coisa. Se eu consigo ver, é porque já não existe mais em minha vida. Aleluia! Espero poder liberar palavras e espero que seus olhos percebam e espero que você perceba de que portas estarei falando e, no momento que seus olhos perceberem, então, o momento da manifestação será a verdade sendo revelada a você. É assim que funciona. É assim que a Palavra de Deus nos trás à luz. Ela nos dá poder e entendimento.
Abram suas bíblias em João 8. É nele que estamos baseando nosso estudo e é a partir dele que prosseguiremos. João 8:36:
“Portanto, se o Filho os libertar, vocês de fato serão livres.
Repitam comigo: Portanto, se o Filho os libertar, vocês de fato serão livres.
Se a palavra me libertar, eu serei verdadeiramente livre. E não retrocederei. Se, eu vir, se Deus mostrar, aos meus olhos, a porta que está fechada, eu serei livre.
Abram agora em Gênesis 2:23: Disse então o homem: “Esta, sim, é osso dos meus ossos e carne da minha carne! Ela será chamada mulher, porque do homem foi tirada”.
Quem disse isso? Adão. Quem deu à mulher o nome de mulher? Adão. Uau! Deus deu a Adão até mesmo o privilégio de dar nome à mulher. Ele tinha a mente de Cristo, e, portanto, é claro que ele deu a ela o nome certo.
“Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne”. (Gênesis 2:24)
Sublinhem aí a palavra “deixará”. Sublinhem também a palavra “unirá”.
Querem saber o segredo para um casamento de sucesso?
Passo 1: deixar;
Passo 2: unir.
Eu não creio que consigamos ser mais simples ou mais claros do que isso. Estamos falando de laços da alma. Laços da alma é qualquer coisa que seja uma ligação emocional. Pode ser algo atribuído ao pecado ou algo atribuído à bruxaria, o que também vem a ser pecado, ou pode ainda algo atribuído a idolatria, o que é pecado. Basicamente, os laços da alma estão atribuídos a pecados. E, então, qual é mesmo o segredo de um casamento de sucesso?
  1. Deixar.
  2. Unir.
Isso significa dizer que, quando seu marido, que é um homem de Deus, diz algo com o qual você não concorda, você não chama a sua mãe ou seu pai para resolver seu desentendimento com ele. Você não foge para a casa de seus pais, você não volta para lá só porque se desentendeu com seu marido. Se lhe der vontade de voltar para a casa de seus pais, tranque a porta de sua casa com a chave ou se tranque em seu quarto e, se você não tiver nada de bom para falar em resposta a seu marido, então, fale em línguas (risos). E isso porque a Bíblia diz que a regra número um de um casamento de sucesso no qual os dois sejam uma só carne é unir. Quando os dois estão unidos o Reino de Deus está no relacionamento. E quanto a isso o diabo não pode resistir.
Não venha você me dizer que dá para viver um relacionamento no qual o marido pensa uma coisa, a esposa pensa outra, e sua mãe se envolve, a tia se envolve, o primo e a irmã se envolvem, o vizinho se envolve e também uma das “mães espirituais” da igreja se envolve em seu relacionamento… Não venha me dizer que esse relacionamento é um reino. Isso aí está mais para gueto (Riso). E isso não é um casamento no qual haja uma só carne.
Deus disse através de Adão que a primeira regra de um relacionamento bem sucedido é que, quando você se casa, você se casa. Deixe sua parentela – os mais chegados e os não chegados – fora de seu relacionamento. Ora, afinal de contas, se você veio até o altar e disse que aceitaria a pessoa, então é melhor que aceite mesmo.
Você deveria ter pegado a opinião dos outros antes de se casar com seu marido, e não depois. Pare e pense que você não quis ouvir a opinião de ninguém até antes de pecar com seu namorado, hoje seu marido, e que agora que você está infeliz, você, de repente, quer que todos se metam em sua vida.
Pare e pense que sua mãe foi a primeira pessoa a desaprovar seu casamento com esse rapaz, mas que, mesmo assim, você se casou com ele. Você quis firmar união com alguém que estava contra a união que Deus chama de sagrada, tendo Deus dito: deixe sua casa e se una a seu cônjuge. Sabe o que você fez? Saiu pela porta da casa de seus pais e abriu uma outra porta: uma porta de divisão e contenda. E, então, hoje você quer ir para cama com seu marido, mas também quer falar mal dele.
Sabe, se você já se casou, não importa mais o que sua mãe pensa sobre seu marido. Você se casou com ele. A única opinião a qual você deve dar ouvidos, acerca de seu marido ou sua esposa é a opinião de Deus. Você quer ter um casamento feliz, então deve fazer o quê?
  1. Deixar sua casa
  2. Se unir a seu cônjuge
E aí sim, vocês dois se tornam o quê? Um – uma só carne e vão viver um casamento de uma só carne.
Meus queridos, não dá para vocês levarem a mãe ou o pai de vocês para o seu quarto de casal. Quero me desculpar com vocês se isso lhes é muito forte, mas nós temos que quebrar certas coisas aqui. Abram aí suas bíblias em I Coríntios 6.
Vocês sabiam que ser uma só carne – e é isso o que Deus disse através de Adão – ser uma só carne é a união mais forte que um homem e uma mulher podem ter. Você sabia que em sua relação conjugal não há como ser uma só carne se vocês vivem em discordância? Você até pode fingir que vocês são uma só carne, mas lá no fundo você sabe que vocês não são uma só carne e que há algo de errado entre vocês. Deus designou essa unidade no âmbito espiritual e no natural também – na carne – de forma a afastar todo e qualquer espírito de divisão. E quando vocês dois se tornam um, juntos, vocês colocam dez mil demônios a correr. Amém?!
Bem, então, os segredos para um casamento de sucesso são:
  1. Deixar pai e mãe
  2. Unir-se a seu cônjuge
E as pessoas me perguntam que tipo de conselho eu dou em meus aconselhamentos sobre casamento. Bem, o meu conselho é esse: se você tem alguma dificuldade, tranque-se em seu quarto, deite-se em sua cama, se aconchegue a seu cônjuge e conversem. Não deixe que seu cônjuge saia, não deixe que seu cônjuge vá embora de casa.
Eu não preciso de nenhum amigo para o qual eu possa pedir ajuda ou conselho. O que quero dizer é que, quando você é salvo e se casa, não deve haver ninguém para quem você corra para pedir ajuda que não seja o próprio Jesus. Você não precisa de nenhuma irmã para que você vá e se esconda na casa dela. Você não precisa de sua mãe para lhe receber de volta se estiver fugindo de seu marido. O que você precisa é se comprometer e trazer Jesus para dentro de seu casamento. Aleluia. E é por isso que a Bíblia diz que você não deve deixar o sol se pôr sobre sua ira. Porque a maioria das pessoas fazem amor à noite. Não deixem o sol se pôr sobre sua ira. Não há como serem uma só carne se estiverem zangados um com o outro. E Deus não ouvirá suas orações. Me desculpem meus queridos, não sou eu quem diz isso. Isso está escrito aqui na bíblia.
Abram aí em I coríntios 6:16: “Vocês não sabem que aquele que se une a uma prostituta é um corpo com ela? Pois, como está escrito: ‘Os dois serão uma só carne’”.
Deixem-me usar as escrituras como um exemplo bem claro do que são os laços da alma. Quando você une seu corpo – aqui na Bíblia eles usam a figura da prostituta, mas, quando você une seu corpo a um relacionamento sexual ilegal, você se tornará uma só carne com essa pessoa e, tal atitude, imediatamente, denota um laço de alma.
Bem, muitas pessoas, antes de se casarem, ou, antes de conhecerem a Cristo têm inúmeras relações sexuais e elas têm laços de alma com essas pessoas com quem tiveram relações. Deixem-me dar-lhes os sintomas de um laço de alma e eu tentarei ser a mais clara possível. Prometo que não lhes darei nada a mais do que consigam suportar.
Os sintomas de um laço de alma são:
  1. Você não consegue parar de pensar na pessoa, ainda que você saiba que aquela pessoa é errada para você. Mesmo sabendo que ele ou ela é errado ou errada para você, você acorda de manhã pensando na pessoa e vai para a cama à noite pensando nessa pessoa.
  2. Você sente enjoos e náuseas quando tenta se livrar dessa pessoa.
  3. Sua mente fica confusa quando você tenta se libertar dessa pessoa.
  4. Depois de já estar casado ou casada, você tem relações com seu marido ou com sua esposa e, quando você está lá em sua cama de casal, você pensa nessa pessoa.
Todos esses sintomas são sintomas de que há laços de alma. O que pode acontecer também é de você não estar pensando em alguém, mas quando você se deita à noite em sua cama de casal – onde se supõe que Deus está – você começa a pensar em pornografia. Sua mente se enche de pornografia. Você está ali, fisicamente presente com seu marido ou com sua mulher, mas sua mente está em outro lugar e imagens vêm à sua mente. Isso é por causa e um laço de alma. Isso é porque a porta não foi fechada.
Há momentos em que, imediatamente ao você ser salvo, o sangue de Jesus lhe lava e lhe livra disso tudo. Poderia compartilhar muitos casos com vocês. Pode ser que esse não seja o seu problema, mas, esse ensinamento é para pessoas que não foram libertas ainda.
Sabe, se você se abre para a pornografia, mesmo depois de ter nascido de novo, mesmo que você não esteja casado ainda, se fantasias e pensamentos eróticos entram em sua mente, pode ser por você ter se conectado a um laço de alma com a pornografia. E aí isso leva você a fazer coisas que são pecados contra seu próprio corpo. Se não é na cama de casal e se não é com seu parceiro, então, não é algo legal. E com relação a isso não me importo nem um pouco com o que os psicólogos dizem. Eu não quero dar mais descrições do que as que já dei. Tudo o que lhes digo é que não é legal – é algo ilegal. E eu vou provar isso para vocês.
A única forma que você pode ter qualquer tipo de experiência sexual sem seu parceiro conjugal, é através das fantasias. A fantasia é uma ligação a um laço de alma. Estou lhes ensinando porque lhes amo. Estivemos ensinando aqui recentemente sobre fé e, então, o fato é que, se não está funcionando para sua vida, então é porque pode ser que existam áreas em sua vida que estejam ainda abertas, pode ser que hajam portas ainda abertas e, portanto, nós precisamos fechá-las, precisamos assumir domínio sobre elas e precisamos que o sangue de Jesus nos cubra nestas áreas que estão ainda sem cobertura.
Você quer ter um casamento de sucesso e está andando pela fé, mas você não pode culpar a fé se você tem laços de alma ainda não tratados em você. Entende isso? Você terá de lidar com isso de alguma forma.
Laços de alma emocionais. Laços de alma emocional podem existir com seu pai ou sua mãe. Sabe, quando você se importa mais com o que seu pai ou sua mãe pensam do que com o que Jesus diz. Entendam meus queridos, eu não estou ensinando sobre rebelião, mas estou falando acerca do que Adão disse. Quando você se casa você deixa a seu pai e a sua mãe e se une a seu marido ou a sua mulher. E, portanto, você deve se importar mais com essa união e o que Jesus fala sobre ela do que com qualquer outra coisa. Eu tenho um bom exemplo para compartilhar com vocês e vou contar tudo bem devagar.
Um homem doce e educado veio até aqui há alguns anos atrás. Ele tinha cerca de 42 anos de idade e chegou aqui empurrando sua mãe numa cadeira de rodas? Eu acho que ele era árabe. Eles chegaram aqui em nossa igreja e sua mãe havia passado os últimos três anos e meio na cadeira de rodas e o filho não era casado e lá estava ele empurrando aquela mulher na cadeira de rodas.
Bem, nós ministramos na vida daquela mulher e ela se levantou e andou. Ela foi completamente curada. E o que vimos aqui é que aquela mulher estava andando e logo atrás dela estava o filho aparando com a cadeira de rodas, achando que ela fosse cair. Eu quase não pude acreditar naquilo que estava vendo ali. Ao invés de ele estar ali glorificando a Deus pela cura dela, ele estava aparando com a cadeira de rodas. E, na hora de ir embora, ele a colocou de novo na cadeira e a levou para casa. Mas ela estava andando perfeitamente. Então, o que foi aquilo? Aquilo foi um laço de alma emocional no qual, de um lado víamos a necessidade exacerbada dele cuidar de sua mãe, e do outro lado, víamos a necessidade dela de ter aquele filho cuidando dela.
Muitas vezes há relacionamentos de interdependência que têm suas bases em sentimentos e emoções e que não têm nada a ver com a Palavra de Deus e que sugam a vida que há nas pessoas. E esses relacionamentos são como nós chamamos na primeira pregação: “sugadores espirituais”. E, então, o pai tem de vir com seus equipamentos de jardinagem e cortá-los fora. São sugadores, são ervas daninhas que estão impedindo que a vida de Deus cresça em você, e que, portanto, precisam ser cortados.
Quanto a você, você pode fazer isso através de uma simples decisão. Você pode fazer isso através de uma revelação. Venham comigo a I Samuel 15.
Nós vamos voltar ao que devemos fazer, ok?! Talvez muitos agora estejam pensando no que falei sobre a cama do casal ou sobre as fantasias ou sobre não conseguir tirar pensamentos eróticos da mente e coisas do topo. Se Deus estiver lhe revelando algo, o Senhor irá lhe libertar. Deve haver somente duas pessoas em sua cama de casal à noite. Deus não fez a Adão e Eva e Esteve. Ou Adão e Eva e Alice. Ou Adão e Eva e o Cachorro. Deus fez a homem e mulher – e é isso. Não há meio termo.
Ok, então. Todos aqui querem ter um casamento feliz? Ouçam meus queridos: o seu relacionamento com seu marido ou com sua esposa pode ser a experiência mais bonita e mais maravilhosa que Deus planejou para você. Pode ser um lindo relacionamento, que só tendo a crescer e crescer e crescer cada vez mais. E ele não será baseado em sentimentos naturais ou na aparência física de seu marido ou sua esposa. Não. Ainda que esteja todo velhinho, você ainda o estará amando e cantando para ele: “Coisinha sexy. Eu acredito em milagres” (Risos).
Bem, abram aí em I Samuel 15:23: “Pois a rebeldia é como o pecado da feitiçaria, e a arrogância como o mal da idolatria. Assim como você rejeitou a palavra do Senhor, ele o rejeitou como rei”. Em outra tradução diz “Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e a teimosia é como a idolatria e culto a ídolos do lar. Visto que rejeitaste a palavra do Senhor, ele também te rejeitou a ti, para que não sejas rei.”
Teimosia. Uau, que palavra. Entende que só de ser teimoso você está em idolatria? Teimosia é auto vontade. Sempre que colocamos nossa vontade acima da vontade de Deus, estamos em feitiçaria. Eu quero lhes dizer que isso aqui não é nenhuma caça as bruxas, ok?! Estou tentando trazer algum equilíbrio à palavra de Deus.
E eu vou lhes dizer que há milhões de pessoas que são cheias do Espírito e que entram em oração junto a Deus, mas para orarem o que elas querem para elas. Elas oram segundo a vontade própria delas. Elas não oram assim: “Senhor, se esse é o homem certo para mim, traga esse homem para minha vida e fale com ele.”
Infelizmente, há muitas que oram para que o João ou o Paulo larguem aquela com quem estão para ficar com elas. Algumas chegam até a pedir para que o homem largue a mulher para ficar com elas. E elas ainda pedem: “Eu quero agora”. Algumas chegam até a orar em línguas para pedir tais coisas. O nome disso? Bruxaria. E a raiz disso, vocês podem ver que é sempre auto-vontade – vontade própria.
Vocês sabiam que tudo o que vocês exaltarem acima do nome de Jesus é um ídolo? Nossos ministros podem ser ídolos em nossas vidas. Por favor, não balancem a cabeça em sinal de discordância. Ouçam primeiro. Você precisa vir para o culto se preocupando mais com Jesus do que com o pregador ou com qualquer outra pessoa. Tudo o que exaltamos acima do nome de Jesus é um ídolo. Deixem-me dizer-lhes como vocês fazem para saber se algo é um ídolo ou não em sua vida.
Se você fala sobre tal coisa o tempo todo, você está idolatrando essa coisa. E para Deus, suas palavras são, portanto, palavras vazias. E se você não consegue se livrar do pensamento de que alguém lhe perturba, e você fica desperdiçando seu tempo para falar daquela pessoa – e, normalmente, falar mal, o tempo todo, e, então, você é tomado por um sentimento que, de tão forte, lhe arremessaria para outra cidade. Sabe o que são essas palavras? Para Deus? São palavras vazias. Não são palavras enviadas por Deus. Elas, podem, sim, se tornar palavras ideais – vindas de Deus. Saiba você que se você tem alguma contenda contra teu irmão, Deus não irá ouvir sua oração. E como você pode saber se algo é um ídolo em sua vida? Ouça a si mesmo. Ponha um gravador perto de sua boca e ouça a si mesmo.
Sabe, não me importa o quão certo você ache que está e não me importa o quão certo você possa de fato estar, o que sei é que se você é teimoso, é feitiçaria. Será que fui clara quanto a isso? A teimosia é como o pecado de feitiçaria. Não sou eu quem disse isso. Está aqui na passagem que acabamos de ler.
Bem, é claro que conhecemos a história de Saul e sabemos que ele foi rejeitado porque não conseguiu se controlar. O texto é bem claro: quando você rejeita a palavra de Deus, você pode estar em teimosia e isso pode se tornar idolatria. Portanto, você pode ter um laço de alma ligado a alguém ou a qualquer coisa que seja um ídolo em sua vida e que, portanto, tenha primazia em sua vida e está acima de Deus em sua vida.
Feitiçaria é poder de alma. Ela é baseada em teimosia e auto vontade. É quando você ouve a palavra do Senhor e diz a si mesmo: “Isso aí não é para mim”, ou, quando você ouve a palavra do Senhor mas se recusa a segui-la. E, porque você não segue o que está na palavra do Senhor, você se tornará um enganador de si mesmo e andará num caminho de enganos e viverá num mundo de fantasias e insanidade. Você estará vivendo num mundo que você mesmo criou e estará em desobediência a palavra de Deus e estará buscando um anel de ouro que não será a resposta para seus desapontamentos. E tudo por causa de quê? Por causa de um coração descontrolado. Tudo porque você colocou seu coração em algo errado, em algo que Deus não lhe autorizou ter. E, então, sua alma fica presa a esta coisa e você não estará mais preso à rocha de Jesus Cristo. Você estará preso à âncora da teimosia e auto vontade. E isso levará você a rotas de destruição – uma atrás da outra, até chegar ao ponto de você dizer que fé não existe e que fé não funciona. Mas, na verdade, há uma raiz, uma raiz de teimosia e auto vontade aí em seu coração que precisa ser tratada por Jesus Cristo.
Vocês alguma vez já ouviram alguém dizer a expressão: “Cara, acabo de entrar numa boa”? Eu acho que todos que estão aqui poderiam dizer: “Entrei numa boa”. Ouçam queridos: Deus não está no céu, com um tabuleiro de xadrez, mexendo as pecinhas de xadrez, como zeus e vênus. Você não é o pecador do universo e nós estamos seguindo a um deus yin yang, que está brincando com marionetes e colocando coisas em sua vida para lhe mostra e lhe ensinar coisas para que você cresça por causa da vasta unção que está em sua vida.
Estamos aqui para nos livrar desses laços de alma de forma a vivermos com nossos corpos, nossas almas e mentes sãs. Abram aí em I Coríntios 6:19-20:
“Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de si mesmos?
Vocês foram comprados por alto preço. Portanto, glorifiquem a Deus com o corpo de vocês.
Glorificai a Deus no vosso corpo. Portanto, não permita que seu corpo seja violado por coisas que não são patrocinadas pelo Espírito Santo.
Mágoa causa doenças. Amargura causa câncer. Intensidade emocional no nível errado será como uma luz de morte injetada em sua armadura física (seu corpo). Um rompante de preocupação, um acesso de nervosismo extremo, podem ser como uma injeção altamente letal em seu corpo. Estas coisas podem estar lhe acontecendo porque pode ser que haja algo que precise ser desconectado. Há algo que precisa ser desligado. Pode ser que seja por conta de um relacionamento promíscuo que tenha ficado no passado.
Venham comigo até Mateus 12:46: “Falava ainda Jesus à multidão quando sua mãe e seus irmãos chegaram do lado de fora, querendo falar com ele.”
Entendam queridos: estava ali a mamãe de Jesus – a virgem Maria. “E alguém lhe disse: tua mãe e teus irmãos estão lá fora e querem falar-te. Porém ele respondeu ao que lhe trouxera o aviso: quem é minha mãe e quem são meus irmãos?” Ei, será que Jesus estava louco? Afinal de contas, estavam ali fora sua mãe – Maria, e seu irmão – Thiago. “E, estendendo a mão para os discípulos, disse: eis minha mãe e meus irmãos. Porque qualquer que fizer a vontade de meu pai celeste, esse é meu irmão, irmã e mãe.”
Jesus lidou com sua família natural de uma forma diferente que faríamos, não? E por quê? Porque não importa quem é que está relacionado a você, se essa pessoa ou essas pessoas não estiverem ligadas a Jesus, já é o suficiente para dizer que você vai para o céu e elas vão para o inferno. Portanto, temos de ver nossos parentes a partir de uma perspectiva eterna. Temos que olhar para a realidade da própria família de Deus e para a realidade de nossa própria família natural de maneiras opostas. O que estou tentando dizer para você é que você deve olhar sua família tal como Jesus olhou sua própria família. Deixe-os do lado de fora da casa. Se eles não forem salvos, então, eles não são seus irmãos ou sua mãe. Aos olhos de Deus é isso o que estou lhes dizendo. Eles não estarão no céu. Os próprios irmãos de Jesus e sua mãe só acreditaram que Ele era o enviado de Deus depois que ele morreu. Conseguem imaginar isso? Os próprios irmãos dele.
Talvez haja alguém aí perguntando: ué, mas e aquele versículo da bíblia que fala que devemos honrar pai e mãe? Ora, vamos até lá, então. Ora, eu não estou falando sobre desrespeitar sua família ou sobre você ser mal para com as pessoas de sua família. Não. Não é isso. O que estou falando é dos laços de alma que nos mantém ligados à carne. Como você acha que vai conseguir falar contra um diabo que está num membro de sua família, se este você não consegue se desligar dessa pessoa? Há membros de nossa família que são dotados de espíritos controladores. Precisamos nos separar dessas pessoas. Precisamos nos afastar deles, para podermos entrar como o poder de Deus que há em nós e sermos canal de libertação para essas pessoas. Não iremos até eles com o dedo de acusação. Não. Iremos até eles com tanto amor que eles ficarão sem entender nada. E eles olharão para nossa vida e verão que temos tudo o que sempre quiseram: paz e prosperidade. Nós aqui não desligamos o telefone após uma conversa com a mãe e passamos os cinco dias subsequentes com uma crise na consciência por causa do que a mamãe falou. Não. Nós aqui oramos pela mamãe, porque o Deus dela é o diabo (Caso não seja salva ainda, é claro).
Abram aí em Romanos 8:12-13: “Portanto, irmãos, estamos em dívida, não para com a carne, para vivermos sujeitos a ela. Pois se vocês viverem de acordo com a carne, morrerão; mas, se pelo Espírito fizerem morrer os atos do corpo, viverão”.
Isso quer dizer que não somos ligados à carne. Saiba quem é realmente a sua família e mantenha as portas fechadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...